Farense: Mota fiel ao modelo e à estrutura
José Mota, treinador do Farense

Farense: Mota fiel ao modelo e à estrutura

NACIONAL04.12.202320:33

José Mota tem-se mantido firme no 4x3x3 e será dessa forma que os algarvios deverão apresentar-se na sexta-feira frente ao Benfica e com alterações mínimas no onze.

Na sexta-feira o Farense defronta o Benfica em Lisboa e José Mota não deverá recorrer a um Plano B, mantendo-se fiel ao seu modelo de jogo, em 4x3x3, e a uma estrutura que só irá ser alterada, em função da recuperação física de alguns jogadores. Foi assim que os leões de Faro se apresentaram na visita ao Dragão, para defrontar o FC Porto, e na receção ao Sporting e ao SC Braga, com derrotas tangenciais e nos instantes finais com os dragões e os leões e triunfo frente aos bracarenses. Será, pois, uma surpresa, se a disposição for diferente agora, com o Benfica.

Projetando um possível onze, Ricardo Velho tem sido intocável na baliza e no setor recuado, as laterais são de Pastor e Talocha e no centro, Gonçalo Silva e Muscat deverão repetir a titularidade dos últimos três jogos. No meio-campo é onde reside a grande dúvida: se Mattheus Oliveira recuperar joga, se não a luta pela vaga será entre Càseres e Rafael Barbosa, para formarem o triângulo com Cláudio Falcão e Vítor Gonçalves. No ataque, Belloumi e Marco Matias ocupam os corredores e Bruno Duarte será a referência na área encarnada.