Erik ten Hag: «Cada jogo agora é uma final»
Erik ten Hag. Foto: IMAGO/PA Images

Erik ten Hag: «Cada jogo agora é uma final»

INTERNACIONAL08.02.202416:40

Treinador do Manchester United falou das lesões e do momento da equipa antes do jogo frente ao Aston Villa

Na antevisão do jogo entre Manchester United e Aston Villa, dia 11, para a 24.ª jornada da Premier League, Erik ten Hag falou sobre a nova lesão de Lisandro Martínez, reiterou a importância de ganhar e deu a sua opinião sobre a evolução dos jogadores jovens, principalmente os do ataque.

«É claro que é um revés, o Licha [Lisandro Martínez] estava de regresso, e quando joga vê-se a sua contribuição para a equipa, pelas suas capacidades técnicas e também pela sua mentalidade», começou por dizer o técnico neerlandês. «É um grande revés para Licha, que está muito desiludido, mas é um lutador. Vai voltar, mais forte e até ao final da época ainda há-de jogar. Como equipa, temos de o substituir e temos jogadores que podem jogar lá», disse, sugerindo que Luke Shaw pode ser o escolhido para jogar naquela posição, mas garantindo que o plantel bastantes opções para colmatar a ausência do defesa argentino.

Ten Hag garantiu que o jogo é para ganhar, e que não há espaço para perder pontos: «Disse à equipa, desde o início de janeiro, que cada jogo é agora uma final. Foi também essa a nossa abordagem ao West Ham: esta é uma final, temos de aceitar este desafio e encará-lo como uma final. A partir de agora, será assim todos os dias.»

O Manchester United teve um início muito aquém das expectativas, com os avançados a terem dificuldades a encontrar o caminho para o golo, mas parecem ter superado essa fase: «Os jogadores precisam de tempo, especialmente os jovens como Rasmus e Alejandro, precisam de tempo, mas também precisam de uma equipa, e isso não se sentiu na primeira metade da época. Tivemos de fazer muitos ajustes na nossa forma de jogar, pelo que foi difícil servir a parte ofensiva da equipa. Desde o início que estava confiante de que eles tinham o potencial para fazer o que estão a fazer e agora é uma questão de continuar, continuar a andar e ter fome.»

O treinador dos red devils deixou ainda elogios a Unai Emery, treinador do Aston Villa: «Penso que é muito boa a forma como ele desenvolveu a sua equipa e a forma como querem jogar, dentro e fora das suas posições. Os jogadores sabem o que têm de fazer e colaboram uns com os outros. É uma verdadeira equipa com várias armas, temos de jogar ao máximo.»