Ações do Verona apreendidas por suspeita de falência do acionista principal
Foto IMAGO/ABACAPRESS

Ações do Verona apreendidas por suspeita de falência do acionista principal

INTERNACIONAL20.12.202315:34

Ministério Público de Bolonha está a investigar o líder do clube, Maurizio Setti

A Guardia di Finanza, organismo italiano especializado em crimes financeiros e económicos, apreendeu preventivamente todas as ações do Verona.

Na origem desta decisão estará o facto de Maurizio Setti, presidente e acionista maioritário do clube, ter alegadamente passado todas as ações para o nome da empresa Star Ball antes de declarar falência de empresas anteriores, que detinham a sua participação na equipa italiana. 

O Verona, que já tinha negado qualquer acusação de fraude fiscal aquando da apreensão de documentos por parte das autoridades no início deste mês, vai pedir recurso em relação à apreensão. Em comunicado, o clube acusa o Grupo Volpi de utilizar a instituição para «atacar Maurizio Setti e a Star Ball, que viram as suas razões plenamente reconhecidas pelo Tribunal de Cassação e depois pelo Tribunal de Revisão de Bolonha, que anulou a penhora dos bens de Setti e de Star Ball.» 

«Maurizio Setti e a Star Ball estão serenos e tranquilos, pois estão convencidos de que podem demonstrar, também nesta ocasião, a correção e legitimidade do seu trabalho e a falta de condições para a apreensão. Por isso, os seus advogados receberam orientações para agirem imediatamente, com o fim de impugnar a apreensão preventiva», concluía a mensagem.

Tags: