SÁBADO, 02-07-2016, ANO 17, N.º 5999
Jorge Jesus e João Mário eleitos treinador e jogador do ano
As celebrações do 110.º aniversário do Sporting terminaram com a gala do clube, que decorreu no Coliseu dos Recreios, onde foram atribuídos os prémios Honoris Sporting a treinadores e desportistas que se destacaram durante a época 2015/16.
«Jorge Jesus vai ajudar-me a crescer» - João Palhinha
Sporting O médio do Sporting fez um balanço destes primeiros dias de trabalho na Academia de Alcochete. «Estes dias estão a correr bem. Cansativos, bastante puxados, mais do que no ano passado até, mas as e
João Palhinha
02-07-2016 - 00:40
Selim Bouadla está de saída
Académica Selim Bouadla já não é jogador da Académica. A BOLA sabe que o médio franco-argelino, de 27 anos, chegou esta sexta-feira a acordo com os novos dirigentes da Briosa para a rescisão amigável do vínculo
«Andamos à procura das nossas ideias» - Jorge Jesus
Sporting O treinador do Sporting fez um balanço destes primeiros dias da pré-época. «Estamos a preparar a época, andamos à procura das nossas ideias. Há muitos jogadores que ainda não chegaram, outros que v
«Carrillo sente que vai crescer muito no Benfica», diz empresário
Benfica Elio Casareto, representante de André Carrillo, falou das expetativas do extremo peruano que começou esta sexta-feira uma nova etapa da carreira no Benfica. «Já realizou o primeiro treino e está co
Terceiro treino na Academia
Sporting Jorge Jesus orientou em Alcochete o terceiro treino da pré-época, no qual teve 31 jogadores à disposição. Ausentes continuam Slimani e Bryan Ruiz, que ainda não regressaram a Portugal, e ainda os i
Foto site do Sporting
01-07-2016 - 20:07
Goleada ao Mealhada no primeiro jogo de pré-época (9-0)
Arouca O Arouca goleou, ao final da tarde desta sexta-feira, o Mealhada, no primeiro jogo de pré-temporada. Os arouquenses não sentiram grandes dificuldades para consumar a goleada, sendo que ao intervalo
Carrillo já treinou no Seixal
Benfica O plantel do Benfica realizou esta sexta-feira mais um treino no Seixal, no qual se destacou a presença de André Carrillo. O extremo peruano ex-Sporting, que durante a manhã foi apresentado oficial
Teo Gutiérrez não esteve na apresentação
Sporting O programa do 110.º aniversário do Sporting contemplou uma cerimónia no Estádio de Alvalade onde foram homenageados os sócios com 25 e 50 anos de filiação. Foi também apresentado o plantel para a époc
William Carvalho é alvo do Everton
Sporting Segundo avança o Daily Mail, o médio do Sporting, William Carvalho, é um dos jogadores na lista de aquisições do Everton. Para além do médio leonino, Axel Witsel (Zenit), Morgan Schneiderlin
Fabiano Soares segue no Fenerbahçe
FC Porto O guarda-redes Fabiano Soares vai continuar a representar o Fenerbahçe, da Turquia, de novo por empréstimo do FC Porto.
Otto não quis bater no árbitro, no Boniek talvez...
Do Passado para o Presente Com Portugal em festa, a festa que saiu de um polaco que aos 10 anos viveu drama brutal – o que aqui se faz é uma viagem pelo que foram os jogos de Portugal com a Polónia antes de Portugal tirar à Polónia as meias do Euro 2016. E, se calhar, nem imagina o que temos para lhe contar. Sim, claro: por aqui descobrirá como é que Bento se tornou o primeiro guarda-redes a sofrer golos de polacos – de uma seleção polaca em que a estrela não era o Lato, era o Deyna que, depois de fazer um filme com Pelé e Stallone morreu num acidente de automóvel em San Diego. Mas também descobrirá o que é que Boniek tem a ver com a fúria de Otto Glória ao ver cuspo a voar em direção a um português na primeira vez em que Portugal ganhou jogo oficial à Polónia – começando assim a abrir caminho para outra história aventura em França. E ainda a propósito disso descobrirá porque se criou a ideia de que a Polónia perdeu um jogo com Portugal para tramar a URSS e como é que Lech Walesa em prisão domiciliária se cruza com isso e com o FC Porto a perder a Taça das Taças para a Juventus de Platini e Boniek. E estas são apenas algumas pontas dos véus que se levantam… Em 1966 Eusébio marcou 4 golos à Coreia, mas não foi o primeiro a consegui-lo num jogo só em fases finais de Campeonato do Mundo, o primeiro foi Ernst Willimowski no dia em que a Polónia perdeu com o Brasil por 6-5, no Mundial de 1938. Não era esse o seu nome de batismo: filho de soldado talvez italiano que combatera na I Guerra Mundial, nasceu em território alemão. Quando, depois, a mãe se casou, não quis que continuasse Ernest Pradella, deu-lhe o apelido do padrasto, juntou-lhe a cidadania dele. Aos 17 anos já era a estrela do Ruch Wielkie Hajduki, o nome antigo do Ruch Chorzów – e um ano depois disputou o Mundial de 1934. Não foi aos Jogos Olímpicos de Berlim por estar suspenso devido a comportamento boémio - e do Mundial de 1938 saiu como já se percebeu... NO QUE DEU TER JOGADO PELA ALEMANHA DE HITLER... Quando Hitler invadiu a Polónia, mudou-se para o Polizei-Sportverein Chemnitz. Em 1942 transferiu-se para o Munique 1860 – e passou a jogar pela seleção da Alemanha nazi. Pela RFA ficou – e quando, em 1974, tentou fazer visita de cortesia à seleção da Polónia que lá disputava o Mundial, o chefe de missão, reconhecendo-o impediu-o, gritando-lhe: - Traidores não entram aqui! Não, esse primeiro grande herói (e vilão…) da história do futebol polaco nunca jogou contra Portugal – porque o primeiro desafio entre portugueses e polacos só se fez a 16 de outubro de 1976, no Estádio das Antas, a abrir o apuramento para o Mundial da Argentina… PORQUE BENTO DEIXOU ALVALADE, DEPOIS DE TRABALHAR NAS OBRAS... Aos 11 anos Manuel Bento já trabalhava como ajudante de pedreiro, aos 15 foi para guarda-redes do Riachense, mas para se treinar, ao fim da estafa do dia nas obras, tinha de fazer cinco quilómetros numa bicicleta pasteleira da Golegã, onde nascera e vivia, a Riachos, onde jogava. Era tal a canseira que, quando o Goleganense fez equipa de juniores, logo para lá se mudou. Levaram-no, depois, à experiência no Sporting. Instalaram-no no Lar de Alvalade, aprovaram-no ao primeiro treino, um dirigente disse-lhe que fosse então ao Goleganense pedir de... graça a carta de desvinculação. De graça?! Sim, ao ouvir-lhe: - … de graça… subiu-lhe a mostarda ao nariz achando que era injustiça que estavam a fazer ao clube, foi ao quarto, emalou a trouxa, apanhou a camioneta – e voltou à terra, firme na ideia, de que no Sporting nunca jogaria nem que lhe dessem todo o dinheiro do Mundo! Logo após foi o Barreirense fazer um jogo à Golegã – e por 15 contos o levou. Foi em 1966, estava a caminho dos 18 anos. DE SUPLENTE DE YASHINE AO TÍTULO TIRADO AO SPORTING PARA DAR AO BENFICA... Foi graças a um fabulosa exibição de Manuel Bento no Barreiro que o Sporting perdeu o campeonato de 1970/71 para o Benfica – e talvez por isso quando, meses depois, se fez na Luz a Festa de Homenagem a Coluna, escolheram-no para suplente de Yashine na equipa do Resto do Mundo. Tal como o russo foi para a baliza todo vestido de preto – brilhou e ficou logo acertado que na época seguinte seria jogador do Benfica. Com Jimmy Hagan a baliza continuou a pertencer a José Henrique – mas na segunda metade da época de 1974/75, Pavic pô-lo lá – ainda andaram algumas semanas a alternar um com o outro, mas não tardou que Bento agarrasse, enfim, o seu destino… O DILÚVIO DAS ANTAS NO PRIMEIRO PORTUGAL-POLÓNIA... Com José Maria Pedroto a selecionador nacional Portugal abriu o apuramento para o Mundial de 1978 – contra a Polónia, a 16 de Outubro de 1976, no Estádio das Antas. A noite foi de dilúvio (e não, não o foi só pelo resultado…) Na véspera da viagem para Lisboa, os jogadores polacos tiveram uma «manhã de relax» num bosque de Varsóvia. Correram – e ficaram para um piquenique. Entre uma coisa e outra, alguns atreveram-se a montar a cavalo – o que levou a tremendo susto entre eles ao verem Szarmach cair, desamparado, do cavalo, dando, na primeira ideia, sinal de desmaio… Levaram-no a correr para uma enfermaria, logo se percebeu que nada de grave lhe acontecera – e que nem sequer ficava em dúvida o poder ser utilizado em Portugal. E sim, jogou… À última hora, a troco de 250 contos, a RTP pôde transmitir o jogo – e quem tinha televisão viu, pela primeira vez , na seleção, o Bento. Toni lesionou-se antes do intervalo com gravidade – e para o seu lugar entrou o portista Celso, o Celso que nascera no Rio de Janeiro, filho de portugueses, tal como filho de portugueses era o Lúcio, o Lúcio do Sporting que se tornou o primeiro brasileiro a jogar por Portugal durante a qualificação para a primeira edição do Euro, em 1960. OS DOIS GOLOS DE LATO PORQUE FREITAS NÃO CONSEGUIU O QUE QUERIA... Essa Polónia era a Polónia de Deyna, de Kasperczak, de Szarmach, de Zmuda, de Makulenvocz, a Polónia que saíra do Mundial de 1974 em terceiro lugar, que ganhara a medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de 1972 em Munique a de prata nos Jogos Olímpicos de 1976 em Montreal – e era, também a Polónia de Lato. Grzegorz Lato era extremo direito – e careca. Tinha velocidade vertiginosa e fogo sempre no pé – de tal forma que, no Mundial da RFA, o melhor marcador fora ele, com sete golos. Por causa desses sete golos – uma empresa polaco ofereceu-lhe uma coroa com sete bolas de cristal que se tornou relíquia nacional… Por altura do jogo no Porto, Lato estava no Stal Mielec – e do seu clube eram mais cinco titulares. Nas Antas, os dois golos da Polónia foram dele. Os centrais da seleção foram Rui Rodrigues que então jogava pelo Académico de Coimbra (sim, Académico porque durante o PREC a Académica fora obrigada a «mudar de sexo»…) e Freitas, o Freitas que fora do Belenenses para o FC Porto – e a caminho do balneário largou em mágoa: - Sim, pode dizer-se que estive nos dois golos deles… Nas duas vezes que fui à bola ia para dar na bola e nele também. Era para ver se o travava, pois era o mesmo que eles nos estavam a fazer. Mas o Lato foi feliz porque, nas duas vezes, ficou com a bola e marcou. Mas acho que ganharam bem. Atenção, eles não são nenhum brinquedo, penso que a nossa equipa correspondeu… PARA TONI, A PROVA DE QUE PORTUGAL ESTAVA NA CAUDA DE QUASE TUDO... Não, Bento não se sentiu culpado em nenhum dos golos: - No primeiro, o remate foi inesperado, muito bem colocado. No segundo, que mais poderia fazer se a bola foi-lhe ter aos pés depois de ter ido ao poste? Se não tem chovido como choveu, se o terreno não estivesse como estava, quase uma piscina, nalgumas zonas, tenho a certeza de que ganharíamos à vontade e eles nem sequer fariam os dois golos que fizeram. Aliás, atacámos mais, os polacos só foram mais felizes… Toni tinha o pé num trambolho – e a dor não lhe estava só no corpo: - Este jogo veio demonstrar que, como potência futebolística, estamos na cauda. Aliás, como estanos na cauda em quase tudo… E DEPOIS DO ADEUS? LATO DE SENADOR A PRESIDENTE NO EURO 2012...(Era assim a Polónia naquele tempo da ditadura comunista: só depois dos 30 anos – é que os seus melhores jogadores poderiam ir jogar para o estrangeiro. Em abril de 1980, Lato fez 30 anos – e Pelé telefonou-o a desafia-lo para o Cosmos de Nova Iorque. Agradeceu – e assinou pelos belgas do KSC Lokeren. De lá saltou, dois anos depois, para os mexicanos do CF Atlante – levando o clube à conquista da Taça dos Campeões Europeus da CONCACAF. Deixou a seleção em 1984 – com 100 internacionalizações e até aos 41 anos jogou pelo Polonia Hamilton, clube de uma comunidade polaca no Canadá. Regressou a Varsóvia, dedicou-se à política – foi senador entre 2001 e 2005. Em 2008 tornou-se presidente da PZPN, a federação polaca – cabendo-lhe, então, a responsabilidade polaca na organização do Euro 2012 e, depois, passou o cargo a Boniek, que, no campo, também fora a estrela que se lhe seguira…) ...
Estilos e Espantos Fernando Madeira nadou a seu lado na vez em que Carlo Pedersoli esteve mais perto de ir à luta pelas medalhas nos 100 metros livres dos Jogos Olímpicos. Quatro anos antes, fora a Londres na equipa de polo aquático de Itália que de lá saiu com a medalha de ouro. Mas, muito mais vez e mais brilhante – mas não foi a natação que lhe deu a eternidade. Aliás, nem foi como Carlo Pedersoli que a conseguiu – foi como Bud Spencer, o Bambino que era, bonacheirão, o compincha de Trinitá. Esse nunca mais morrerá. O outro, o Carlos Pedersoli morreu em Roma, a última palvra que soltou foi: - Obrigado! E o que aqui se conta sobre a sua vida é um espanto, acredite… Fernando Madeira, nadador do Sport Algés e Dafundo, saiu da quarta eliminatória de 100 metros nos Jogos Olímpicos de Helsíquia, em 1952, em sexto lugar com 1.02,6 minutos – e nessa sua série apurados para as meias finais foram o americano Dick Cleveland, o japonês Hiroshi Suzuki e o italiano Carlo Pedersoli, os três que a nadaram a menos de um minuto. Pedersoli falhou o acesso à final – e a medalha de ouro ganhou-a Clarke Scholes. Ainda aluno da Michigan State University – haveria de tornar-se depois ator do Grosse Pointe Theatre, aparecendo, a cantar e a dançar, em peças como Cabaret ou Cactus Flower, Barefoot in the Park ou Arsenic and Old Lace. (Sim, nessa arte, Pedersoli não lhe haveria de dar meças, sequer...) Não, Scholes já não competiu nos Jogos Olímpicos de 1956, Pedersoli sim – e voltou a falhar a final por uma nesga. (A razão, haveria de revelá-la, depois, desconcertante...) O OUTRO PORTUGUÊS? MORREU A CORRER DE AUTOMÓVEL... Dessa vez em Melbourne, Carlo Pedersoli já não teve portugueses a nadar contra si. Guilherme Patrone, que também estivera em Helsínquia, ganhou os 100 metros nos campeonatos de Portugal, mas não conseguiu mínimos olímpicos. Não, não era apenas nadador, também fazia corridas de automóveis. Filho de Emílio António de Carvalho Duarte, latifundiário que fora um dos fundadores do Amora FC, Guilherme Patrony de Carvalho Duarte (que para a história da natação entrou como Patrone com o e em vez do y) tinha já a espreitá-lo cruel destino: a 6 de fevereiro de 1958, ao disputar a Volta a Portugal em Automóvel acidente à beira de Odemira matou-o, estava a caminho dos 28 anos… Meses antes, Pedersoli, que também fora brilhante jogador de pólo aquático (campeão de Itália pela Lazio e muito mais aliás, fora por lá que se dera a sua estreia olímpica…) ainda não deixara as piscinas – para ir agarrar a eternidade a outro lado (e com outro nome…)mas estava quase. (E isso e muito mais é o que a seguir se vai contando, surpreendente, talvez ou não...) ...

classificações

Liga
Liga 2
34. ª jornada
classificação
46. ª jornada
classificação
14-05
FC Porto
11:45
Boavista
Sport TV1
14-05
Arouca
18:00
V. Guimarães
14-05
Belenenses
19:30
Estoril
Sport TV1
14-05
V. Setúbal
19:30
P. Ferreira
Sport TV2
14-05
Tondela
19:30
Académica
Sport TV4
14-05
União
19:30
Rio Ave
Sport TV3
15-05
Moreirense
15:00
Marítimo
15-05
Benfica
17:00
Nacional
BTV1
15-05
SC Braga
17:00
Sporting
Sport TV1
13-05
V. Guimarães B
20:00
Porto B
14-05
Atlético
15:00
Oriental
14-05
Aves
15:00
Mafra
14-05
Benfica B
15:00
Freamunde
BTV1
14-05
Chaves
15:00
Feirense
Sport TV1
14-05
Gil Vicente
15:00
Farense
14-05
Oliveirense
15:00
Leixões
14-05
Varzim
15:00
Portimonense
Sport TV2
14-05
Académico
15:00
Covilhã
14-05
Penafiel
16:00
Famalicão
14-05
Braga B
16:00
Sporting B
14-05
Olhanense
16:00
Santa Clara
J
V
E
D
G
P
1
Benfica
34
29
1
4
88-22
88
2
Sporting
34
27
5
2
79-21
86
3
FC Porto
34
23
4
7
67-30
73
4
SC Braga
34
16
10
8
54-35
58
5
Arouca
34
13
15
6
47-38
54
6
Rio Ave
34
14
8
12
44-44
50
7
P. Ferreira
34
13
10
11
43-42
49
8
Estoril
34
13
8
13
40-41
47
9
Belenenses
34
10
11
13
44-66
41
10
V. Guimarães
34
9
13
12
45-53
40
11
Nacional
34
10
8
16
40-56
38
12
Moreirense
34
9
9
16
38-54
36
13
Marítimo
34
10
5
19
45-63
35
14
Boavista
34
8
9
17
24-41
33
15
V. Setúbal
34
6
12
16
40-61
30
16
Tondela
34
8
6
20
34-54
30
17
União
34
7
8
19
27-50
29
18
Académica
34
5
10
19
32-60
25

Ver classificação detalhada
J
V
E
D
G
P
1
Porto B
46
26
8
12
84-52
86
2
Chaves
46
21
18
7
60-39
81
3
Feirense
46
21
15
10
55-38
78
4
Portimonense
46
20
18
8
57-45
78
5
Freamunde
46
20
14
12
52-36
74
6
Famalicão
46
18
18
10
64-51
72
7
Olhanense
46
19
12
15
42-39
69
8
Aves
46
19
10
17
58-48
67
9
Varzim
46
17
14
15
51-48
65
10
Sporting B
46
18
11
17
61-59
65
11
Gil Vicente
46
16
14
16
58-56
62
12
Penafiel
46
13
22
11
49-46
61
13
V. Guimarães B
46
16
12
18
60-67
60
14
Covilhã
46
13
19
14
45-48
58
15
Braga B
46
15
12
19
47-54
57
16
Santa Clara
46
15
12
19
49-52
57
17
Académico
46
13
17
16
46-60
56
18
Leixões
46
14
13
19
45-56
55
19
Benfica B
46
15
10
21
58-64
55
20
Farense
46
15
11
20
49-56
54
21
Mafra
46
12
18
16
37-40
54
22
Atlético
46
12
15
19
49-56
51
23
Oriental
46
9
14
23
47-67
41
24
Oliveirense
46
6
11
29
42-89
29

Ver classificação detalhada