Renovação com Otávio está difícil

FC Porto 30-09-2020 15:41
Por António Casanova

A preferência dada pelos dragões à aquisição de Pepê pode também estar relacionada ou ser diretamente influenciada pelas dificuldades sentidas em assegurar a renovação de Otávio.
 

Figura influentíssima nas manobras dos campeões nacionais e fortemente elogiado por Sérgio Conceição nas várias entrevistas dadas pelo técnico em vésperas de o FC Porto entrar em cena na Liga edição 2020/2021, o brasileiro integra, juntamente com Alex Telles, Marega ou Sérgio Oliveira, a lista de jogadores que se encontram a nove meses e um dia de verem expirar a ligação ao clube portista e a três meses de ficarem livres para assinar por outro clube - Soares e Aboubakar também lá constavam, mas o primeiro foi entretanto vendido, por 5,5 milhões de euros, aos chineses do Tianjin Teda, e o último rumou a custo zero ao Besiktas.

 

Muito ao jeito de Otávio, Pepê pode atuar a extremo, a médio-ala e é capaz de transformar qualquer um dos corredores em vias abertas para o golo, misturando doses suculentas de atributos técnicos com uma não menos notável vantagem de saber explorar zonas interiores do relvado, que lhe permite causar imensos desequilíbrios nas defesas adversárias.

 

Mais novo dois anos que o compatriota que já soma 148 partidas e 14 golos de dragão ao peito, contratar Pepê seria uma forma de o FC Porto prevenir uma eventual despedida de Otávio no final da temporada. Isto, naturalmente, se não conseguirem convencer o dono da camisola portista n.º 25 a prolongar uma ligação iniciada no verão de 2014.

Ler Mais
Comentários (51)

Últimas Notícias