João Almeida obrigado a desistir do Giro

Volta a Itália 26.05.2022 11:05
Por Redação

Um teste positivo à Covid-19 obriga João Almeida, atual quarto classificado da Volta a Itália e detentor da camisola branca da Juventude, a desistir da prova antes da 18.ª etapa.


O corredor português exibiu alguns sintomas, tendo tido esta manhã um teste positivo - toda a equipa, onde estão Rui Costa e Rui Oliveira, está negativa. 


Mauro Gianeti, manager de equipa UAE Team Emirates, confirmou a notícia ao site Velo News. «É verdade, é verdade. É COVID. Ele não se estava a sentir muito bem ontem à noite e esta manhã e fizemos testes. Agora vamos fazer os PCR, mas o teste rápido é positivo. Ele está fora da corrida, tem sintomas leves. O mais importante é a saúde e que se recupere bem», explicou.


«É uma pena muito grande. Ainda lutava pelo pódio e a camisola branca estava praticamente garantida. É o que é, é a realidade que vivemos. Temos de enfrentar isto», lamentou.


«O João acordou de noite com uma persistente dor de garganta e o teste deu positivo. Respeitamos rígidas de prevenção e, além de higienizar os ambientes que a equipa utiliza diariamente (carros, autocarros, quartos de hotel), mantemos os atletas em quartos individuais para limitar contatos muito próximos. No entanto, apesar dessas precauções, não há cem por cento de proteção», contou Michele De Grandi, médico da UAE Team Emirates.


João Almeida não estará assim na 18.ª etapa do Giro, que liga Borgo Valsugana a Treviso. Liderava a classificação da juventude e estava na quarta posição da geral, a 1.54 minutos do camisola rosa, o equatoriano Richard Carapaz (INEOS), e a 49 segundos do terceiro classificado, o espanhol Mikel Landa (Bahrain).

Há dois dias, Jonathan Caicedo, da EF Education – EasyPost, também desistiu devido a um teste positivo.


(notícia atualizada com declarações do team manager às 11.17 horas)

Ler Mais
Comentários (17)

Últimas Notícias