«Ainda não caí em mim» - João Sousa

Ténis 06-05-2018 20:01
Por Rui Miguel Melo
Horas depois de conquistar o Estoril Open, o tenista português João Sousa ainda não caiu nele. O jogador luso bateu o norte-americano Frances Tiafoe, com duplo 6-4, e confessa o desejo que sempre teve de vencer o principal torneio luso.

«Ainda é difícil de acreditar. É um sentimento único. Apesar de nunca ter confessado, sempre desejei vencer aqui, como qualquer português. Esta semana foi perfeita. Cheguei aqui com a melhor preparação, com muita confiança. As coisas correram muito bem, foi uma semana de sonho. Ainda não caí em mim do que acabei por conseguir. Foi uma página bonita para o ténis português e para a minha carreira», afirmou João Sousa, este domingo, em conferência de imprensa.

O tenista português conseguiu o terceiro troféu ATP da carreira, depois das conquistas em Kuala Lumpur (2013) e Valência (2015). Este é o mais especial, por ser em Portugal. O que falta, agora, a João Sousa?

«Falta-me ser melhor jogador. Não penso que falte alguma coisa na carreira, mas podemos sempre melhorar como jogadores. Este é um prémio por todo o esforço, dei tudo por tudo. É um título especial. Entrar em campo e começarem a cantar o Hino Nacional deixou-me com pele de galinha. Esta semana vai ficar para sempre na minha memória», vincou João Sousa.

O triunfo no Estoril Open assegura a João Sousa 250 pontos e o regresso ao top 50 do ranking ATP. O próximo torneio no calendário do português é o Masters 1000 de Roma, ainda na terra batida.
Ler Mais
Comentários (3)

Últimas Notícias

ATENÇÃO: Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais