Benfica soma segunda vitória consecutiva na Champions

Futebol Feminino 07.12.2022 20:05
Por Eduardo Pedrosa Marques

O Benfica venceu o Rosengard, por 3-1, numa partida referente à 4.ª jornada do Grupo D da Liga dos Campeões, realizada ao final da tarde desta quarta-feira, no Malmo Idrottsplats, em Malmo (Suécia).


Schough, aos 30 minutos, abriu o ativo para o emblema sueco - num golo que surgiu completamente contra a corrente do jogo -, mas o bis de Cloé Lacasse ainda antes do intervalo (37 e 40 minutos) levou as águias em vantagem para o descanso. Sendo que, sublinhe-se, o resultado até pecava por escasso nessa altura, tamanha tinha sido a superioridade das comandadas de Filipa Patão.


Cenário que, acrescente-se, foi praticamente idêntico ao que se assistiu na etapa complementar. Nycole Raysla, aos 47 minutos, aumentou a contenda, sendo que o 3-1 permitiu às encarnadas ficarem ainda mais cómodas no jogo e contruírem vários lances de perigo junto da baliza contrária. De tal forma que a goleada só não foi uma realidade por mera inoperância na finalização e também porque a barra da baliza sueca devolveu dois remates que levavam selo de golo (Jéssica Silva e Lúcia Alves).


Com este triunfo, o Benfica chega à segunda vitória consecutiva e passa a somar 6 pontos. As águias igualam provisoriamente o Bayern Munique no 2.º lugar do grupo, sendo que o conjunto germânico defronta, por esta altura, o Barcelona, que está na liderança, com 9 pontos. 


Na 5.ª jornada, agendada para o próximo dia 15, o Benfica recebe o Barcelona (20 horas). Na ronda seguinte, que poderá ser decisiva, haverá um Bayern Munique-Benfica (dia 21, às 20 horas). A verdade é que as águias continuam a sonhar com o apuramento para a fase seguinte da mais importante prova de clubes da UEFA...


Recorde o filme do jogo:



Final da partida! Rosengard 1 Benfica 3.


Seis minutos de tempo adicional mínimo para esta segunda parte.


89 minutos: Dupla substituição no Benfica, com as saídas de Christy Ucheibe e Cloé Lacasse, para as entradas de Andreia Faria e Daniela Silva.


89 minutos: Mais uma enorme chance para o Benfica! Lúcia Alves, dentro da área, descaída para o flanco esquerdo, atira à barra da baliza contrária.


87 minutos: Grande oportunidade para o Benfica! Remate forte de Jéssica Silva, do meio da rua, com a bola a bater com estrondo na barra da baliza sueca.


81 minutos: Substituição no Rosengard, com a saída de Mia Persson para a entrada de Olivia Holdt.


79 minutos: Remate de longe de Bea Sprung, para defesa atenta de Rute Costa.


75 minutos: Grande oportunidade para o Rosengard! Karin Lundin, de cabeça, coloca à prova os reflexos de Rute Costa, com a guarda-redes encarnada a brilhar e a negar autenticamente o segundo golo ao conjunto sueco.


72 minutos: Golo anulado ao Benfica! Remate de Jéssica Silva para defesa de Mukasa, sendo que, na recarga, Cloé Lacasse encostou para o fundo das redes. No entanto, e na opinião da equipa de arbitragem, a internacional canadiana das águias estaria em posição irregular.


70 minutos: Substituição no Benfica, com a saída de Kika Nazareth para a entrada de Andreia Norton.


64 minutos: Dupla substituição no Benfica, com as saídas de Valéria Cantuário e Nycole Raysla, para as entradas de Lúcia Alves e Jéssica Silva.


62 minutos: Quatro substituições de uma assentada no Rosengard, com as saídas de Miquéias, Marrom, Thogersen e Larsson, para as entradas de Mukasa, Ria Oling, Bea Sprung e Karin Lundin. 


52 minutos: Remate frontal de Kika Nazareth, com a bola a sair por cima da barra da baliza.


47 minutos: Golo do Benfica! Passe de Kika Nazareth e Nycole Raysla, à entrada da área, a rematar para o 1-3.


Início da segunda parte!


Bela exibição do Benfica nestes primeiros 45 minutos. As encarnadas desde cedo assumiram o protagonismo ofensivo, sendo que nos instantes iniciais faltou apenas melhor decisão no último terço. Aliado a esse fator, e sem que nada o fizesse prever, o Rosengard, numa jogada de transição, conseguiu mesmo chegar à vantagem. Aos 30 minutos, Schough, com um excelente remate cruzado, colocou as suecas na frente do marcador.


O golo não afetou as comandadas de Filipa Patão. De todo. As águias voltaram ao domínio total das operações e em apenas três minutos consumaram a reviravolta. Cloé Lacasse assumiu total protagonismo e... bisou: aos 37 minutos deu o melhor seguimento a uma assistência de Kika Nazareth, e aos 40' respondeu afirmativamente ao passe de Nycole Raysla para o 1-2.


Sendo que, acrescente-se, até ao intervalo, o Benfica ainda poderia ter aumentado a contenda. Christy Ucheibe, Catarina Amado e Pauleta ficaram muito perto do golo.


Contas feitas, a vantagem encarnada é mais do que justa. Pode mesmo dizer-se que o resultado é lisonjeiro para as suecas. O que deixa antever boas perspetivas para as águias na etapa complementar...


Intervalo! Rosengard 1 Benfica 2.


Um minuto de tempo adicional mínimo para esta primeira parte.


44 minutos: Mais uma grande oportunidade para o Benfica! Remate de longe de Pauleta, forte e colocado, valendo ao Rosengard a excelente estirada de Miquéias, que voou, literalmente, para o ângulo superior direito da sua baliza e negou o golo à capitã das águias.


43 minutos: Pontapé de canto cobrado por Nycole Raysla, do lado direito, e Catarina Amado, à entrada da área, a rematar ligeiramente por cima da barra.


42 minutos: Grande oportunidade para o Benfica! Cruzamento da direita de Valéria Cantuário e Christy Ucheibe, no centro da área, a rematar para uma excelente defesa de Miquéias.


40 minutos: Golo do Benfica! Mais uma assistência fantástica, desta feita da autoria de Nycole Raysla, e a internacional canadiana, já dentro da área, remata sem hipóteses de defesa para a guarda-redes contrária. Está feita a reviravolta encarnada. 1-2.


37 minutos: Golo do Benfica! Passe fantástico de Kika Nazareth e Cloé Lacasse, na cara de Miquéias, remata para o empate. 1-1.


30 minutos: Golo do Rosengard! Remate cruzado de Schough para o fundo das redes encarnadas. 1-0.


28 minutos: Remate cruzado de Larsson para defesa apertada de Rute Costa, que não conseguiu segurar. Ainda assim, Catarina Amado, que estava por perto, foi astuta e afastou o perigo.


26 minutos: Diagonal de Valéria Cantuário da direita para o centro, com o remata da brasileira, já dentro da área, a sair à malha lateral da baliza de Miquéias.


21 minutos: Excelente lance de contra-ataque conduzido por Cloé Lacasse, pela esquerda, passe para Kika Nazareth que, no centro da área, solicitou a entrada de Valéria Cantuário, à direita, mas a brasileira não conseguiu dar o melhor seguimento à jogada.


O Benfica entrou melhor, tomou as rédeas do encontro e tem jogado maioritariamente no meio-campo ofensivo. Mesmo que ainda não tenha conseguido criar uma situação de perigo iminente, a verdade é que o conjunto português parece decidido a (voltar a) demonstrar o seu favoritismo diante das suecas para conseguir somar mais três pontos nesta edição da Liga dos Campeões.


Início da partida!


Rosengard: Miquéias; Wik, Persson, Arnardóttir e Marrom; Bredgaard, Mia Persson C e Kullashi; Thogersen, Larsson e Schough

Suplentes: Musaka, Polozen, Oling, Knaak, Lundin, Sanders, Kristell, Berglund, Chmielinski, Schmidt, Holdt e Saltado

Treinador: Renée Slegers


Benfica: Rute Costa; Catarina Amado, Carole Costa e Ana Seiça; Valéria Cantuário, Pauleta C, Christy Ucheibe e Ana Vitória; Kika Nazareth, Nycole Raysla e Cloé Lacasse

Suplentes: Katelin Talbert, Carolina Vilão, Sílvia Rebelo, Andreia Faria, Maria Negrão, Lúcia Alves, Carolina Correia, Andreia Norton, Beatriz Nogueira, Lara Pintassilgo, Daniela Silva e Jéssica Silva

Treinador: Filipa Patão 


Árbitro: Ivana Projkovska (Macedónia do Norte)

Assistentes: Vjolca Izeiri e Elena Soklevska-Ilievski (Macedónia do Norte)

4.º Árbitro: Irena Velevackoska (Macedónia do Norte)


Já há equipas oficiais!


No melhor dos cenários, olhando, claro está, para as contas de um possível apuramento para a fase seguinte da Champions, o Benfica tem boas perspetivas de vencer esta tarde o Rosengard, esperando, depois, por um (expectável) triunfo do Barcelona sobre o Bayern Munique. Se estas probabilidades puderem vir a ser uma certeza, então as comandadas de Filipa Patão terminarão esta 4.ª jornada em igualdade pontual com o Bayern Munique (6 pontos), conjunto que vão defrontar na última ronda, em solo germânico, no próximo dia 21 - pelo meio, as águias receberão o Barcelona (dia 15). Quer isto dizer que, se conseguir terminar esta jornada em igualdade pontual com o Bayer Munique e mesmo perdendo com o Barcelona na ronda vindoura (e mesmo que as alemãs derrotem o Rosengard), o Benfica tem tudo para chegar à 6.ª jornada na luta pelo apuramento. Terá, nesse cenário, de vencer em Munique, sem esquecer as contas do confronto direto - derrota (2-3) na primeira volta, no Seixal. É a matemática no seu estado puro...


As encarnadas chegam a esta ronda no 3.º lugar do grupo, com três pontos conquistados. Essa pontuação advém, precisamente, do triunfo (1-0) alcançado na jornada anterior, no Benfica Campus, no Seixal, diante deste mesmo Rosengard. No passado dia 24, Cloé Lacasse apontou o único golo da vitória benfiquista. Acrescente-se ainda que o emblema sueco está na última posição, ainda sem qualquer ponto somado, num grupo que é liderado pelo Barcelona (9 pontos) e cuja vice-liderança pertence ao Bayern Munique (6 pontos). Estas duas equipas, sublinhe-se, defrontam-se também esta quarta-feira, na Alemanha (20 horas).


O Benfica defronta esta tarde (17 horas) o Rosengard, na Suécia, em partida relativa à 4.ª jornada do Grupo D da Liga dos Campeões feminina. A BOLA online vai contar-lhe tudo sobre este encontro importante para as contas das águias na elite do futebol europeu. Venha daí connosco, caro leitor. Está convocado e vai jogar de início...


Boa tarde!

Ler Mais
Comentários (3)

Últimas Notícias

Serviço de apoio ao cliente
Dias úteis das 9.30h às 13h e 14.30h às 18h
E-mail: clientes@abola.pt
Telefone: 213232133 (Chamada para a rede fixa nacional)
Morada: Tv. da Queimada, 23 1249-113, Lisboa Portugal