Benfica vence e garante 'play-in' da Liga dos Campeões

Basquetebol 06.12.2022 20:39
Por Miguel Candeias

Ao bater o Riga por 84-71 (27-22, 15-16, 19-17, 23-16) em jogo a contar para a 5.ª jornada do Grupo F da Liga dos Campeões, disputado no Pavilhão Fidelidade, o Benfica garantiu, a uma ronda do fim desta fase, que, no mínimo, marcará presença no play-in da prova na época de estreia de uma equipa portuguesa na mais importante competição da FIBA. Na 1.ª mão os homens de Norberto Alves haviam ganho na Letónia por 76-89.  

Depois do Riga ter conseguido liderar sempre até cerca 3.30m (18-22) do termo do 1.º quarto com os seus bases a atacarem diretamente o cesto e a converterem três triplos, o Benfica, com uma 1.ª parte fraca para lá da linha dos 6,75m (3/11), percebeu cedo que teria de ser dentro da área restritiva e elevando o jogo ao nível físico na defesa, pois a velocidade de transição e circulação de bola era a ideal, que poderia tentar desequilibrar a partida.


E assim foi. Nos últimos 1.34m do período inaugural manteve o adversário a seco e fechou o quarto com um parcial de 9-0 (33-22) que lhe trouxe a primeira vantagem com Ivan Almeida (9 pts, 7 res, 4 ass) a assumir a posição de base e a fazer a vida num inferno aos forasteiros.


O 2.º período começou com mais dois triplos de Glenn Cosey (9 pt, 2 res, 6 ass) e Kristers Zoriks (24 pts, 2 ass) e o regresso do Riga ao comando (27-28), que se repetiria com outro lançamento de três pontos de Maris Gulbis (10 pts, 2 ass) para o 31-33. Mas, com Makram Romdhame (18 pts, 7 res, 4 ass) já em campo, um parcial de 11-2 (42-35) antes do intervalo (42-38) haveria de colocar os encarnados definitivamente no comando.


No 3.º período o máximo que o Riga alcançou, com mais dois triplos, foi reduzir a 50-49, a que as águias, com quatro jogadores diferentes a marcarem cestos, não só abriram a diferença a 10 (59-49) numa sequência de 9 pontos sem resposta, como deixaram o poste contrário Nysier Brooks (6 pts, 8 res, 5 ass) à beira da desqualificação e obrigado a ir para o banco.


Sem nada a perder à entrada para o derradeiro período e com o Benfica em crescendo de confiança e a provocar turnovers atrás de turnovers face à pressão defensiva que colocava nas linhas de passe, o Riga acabou com 21(!) perdas de bola conra 14 dos locais, o técnico Jãnis Gailitis voltou a fazer entrar Brooks.


De nada valeu. Ao encestar 8 dos seus 18 pontos no quarto, seis dos quais através de dois triplos, Aaron Broussard (3 res, 6 ass), assim como Toney Douglas (13 pts, 4 ass), lançaram definitivamente os lisboetas para a vitória num avassalador parcial de 20-5 (81-65) que trouxe o maior fosso no placard antes do apito final enquanto Terrell Carter (11 pts, 6 res) se impunha debaixo das tabelas. 

Ler Mais
Comentários (1)

Últimas Notícias

Serviço de apoio ao cliente
Dias úteis das 9.30h às 13h e 14.30h às 18h
E-mail: clientes@abola.pt
Telefone: 213232133 (Chamada para a rede fixa nacional)
Morada: Tv. da Queimada, 23 1249-113, Lisboa Portugal