Benfica a uma vitória do ‘play-in’ da Champions: «Os nossos limites são os sonhos»

Basquetebol 06.12.2022 09:15
Por Célia Lourenço

O Benfica pode garantir já hoje, pelo menos, a vaga no play in da Liga dos Campeões, ou seja, pode disputar com os segundos e terceiros dos demais grupos o acesso aos oitavos de final, nos quais entra diretamente o vencedor de cada poule. «Quando estamos a este nível, os nossos limites são os sonhos», advoga Norberto Alves, treinador dos campeões nacionais.


Ganhar é palavra de ordem para o jogo da 5.ª ronda com os letões do VEF Riga, os primeiros adversários dos encarnados nesta fase de grupos. Apesar disso, na antevisão da partida, ontem, na Luz, enquanto o plantel se preparava no ginásio para o treino no pavilhão, o técnico garantiu não esperar facilidades, apesar das três vitórias que o Benfica soma no grupo. «Jogar a este nível é sempre difícil. Com toda a sinceridade, creio que no primeiro jogo [na Letónia] os apanhámos de surpresa. Era a primeira vez que uma equipa portuguesa ia jogar a este nível, penso não olharam para nós com a seriedade necessária para vencerem. A dada altura, estivemos a perder por alguma diferença e eles ainda relaxaram mais. Conseguimos ir buscar o jogo, que saíssem claramente fora do conforto… Mas é uma equipa taticamente muito evoluída, com muito bons jogadores, que precisa de jogar confortável», analisa Norberto Alves.


Para este jogo, o treinador apela a «muita atividade defensiva nos limites da disponibilidade física» por parte dos jogadores, mesmo sabendo que «os muitos jogos consecutivos» têm o preço de haver «sempre pequenas lesões que, todavia, não são impeditivas» de contar com todos os rapazes, como o técnico lhes chama.


«Sentimos que estamos mais próximos, pelo menos, do play-in, mas que isso não nos tire o foco do que são as tarefas a realizar durante o jogo, quer a atacar, quer a defender», salienta o conimbricense de 54 anos, que  tem colocado o Benfica «a jogar os limites e focado durante 40 minutos», e assim granjeando o reconhecimento dos pares.


A vitória sobre os espanhóis do Manresa, líderes do grupo, foi disso exemplo. «Um dos melhores treinadores espanhóis, Pedro Martinez, do Manresa, disse que o Benfica era uma equipa com muita qualidade. Sentimos que já nos olham com outros olhos. Isso só aumenta o nosso nível responsabilidade e dificuldade. Nos primeiros jogos com o Riga e com o Limoges, em França, surpreendemos porque não nos respeitavam. Agora já nos respeitam. Foi impressionante ver no final do jogo, em Manresa, a quantidade de gente que estava no acesso a jornalistas. Tinham ido ver o Benfica porque se dizia que estava a ser uma surpresa e muito positivo. Já não vai ser uma surpresa, mas queremos que continue a ser muito positivo», remata.


Ler Mais
Comentários (0)

Últimas Notícias

Serviço de apoio ao cliente
Dias úteis das 9.30h às 13h e 14.30h às 18h
E-mail: clientes@abola.pt
Telefone: 213232133 (Chamada para a rede fixa nacional)
Morada: Tv. da Queimada, 23 1249-113, Lisboa Portugal