A conferência era sobre o Celta, mas Luís Campos não pôde fugir ao tema Mbappé

Espanha 29.11.2022 07:42
Por Paulo Cunha

Um homem, dois cargos em clubes diferentes, PSG e Celta, eis Luís Campos na atualidade. Antigo treinador, entre 1992 e 2005, o português saltou dos bancos para os gabinetes e é hoje um dos profissionais mais respeitados na área da direção desportiva, observação e deteção de talentos, qualificações que saltaram à vista nos projetos que conduziram aos títulos de Mónaco e Lille na Ligue 1. Em março assumiu funções de assessor desportivo do Celta e em julho de conselheiro do PSG para o futebol, segundo a designação oficial expressa nos sites dos emblemas espanhol e francês.


Na primeira conferência no Celta foi questionado sobre Mbappé,mdo PSG, onde também é conselheiro do futebol.


«Quando aceitei este desafio, estava preparado. A minha estrutura permite-me atuar desta forma e sem qualquer problema trabalho nos dois clubes, com uma visão menos intoxicada pelas emoções. São dois grandes clubes, mas competem em ligas diferentes e têm mercados distintos», esclareceu, ontem, Luís Campos, na primeira conferência de imprensa no Celta.


«Sou natural de Esposende, a 80 quilómetros de Vigo, estou a construir uma casa lá e adoro a La Liga. Se puder ficar muitos anos no Celta, será um prazer, mas no futebol os resultados é que mandam. Tenho o meu método de trabalho e não vou mudar, é algo em que acredito e tenho tido resultados muito bons», disse, cheio de memórias associadas ao Celta: «Costumava vir a Vigo com o meu pai para comer, fazer compras e ver o Celta. Faz parte da minha história e de muitos portugueses do norte. O Celta era uma oportunidade de ver um futebol diferente.»


Lançado no Mónaco por Leonardo Jardim, estava Luís Campos na direção desportiva do clube, Mbappé esteve nos planos do Real Madrid no verão, mas optou por ficar no PSG. O português do Celta e do PSG não escapou ontem ao tema: «Há muitas ligações entre Mbappé e eu porque o conheço desde os 14 anos, temos uma relação de amizade. Adoro a La Liga, mas não é uma decisão do Luís Campos, é do Kylian [ir ou não para o Real]. Ele é muito bom no PSG, decidiu ficar em Paris e o PSG tem de desfrutar de um dos melhores jogadores do mundo, se não for já o melhor.»
 

Ler Mais
Comentários (0)

Últimas Notícias

Serviço de apoio ao cliente
Dias úteis das 9.30h às 13h e 14.30h às 18h
E-mail: clientes@abola.pt
Telefone: 213232133 (Chamada para a rede fixa nacional)
Morada: Tv. da Queimada, 23 1249-113, Lisboa Portugal