Carlos Queiroz arrasa Klinsmann, após críticas à seleção do Irão

Mundial 2022 26.11.2022 22:10
Por Redação

Carlos Queiroz, selecionador do Irão, arrasou autenticamente Jurgen Klinsmann, pedindo mesmo a renúncia do antigo internacional alemão ao cargo que ocupa no Grupo de Estudos Técnicos da FIFA para o Mundial-2022.

O 'arraso' do treinador português surgiu através de carta aberta, reagindo às declarações proferidas por Jurgen Klinsmann na BBC no rescaldo da vitória do Irão sobre o País de Gales, por 2-0.

«Carlos encaixa-se muito bem na seleção do Irão e na sua cultura. Falhou na América do Sul com a Colômbia e depois não se classificou com o Egito, e veio pouco antes do Mundial para o Irão, onde já tinha trabalhado antes. Não é coincidência, faz parte da cultura deles, como eles jogam e como trabalham o árbitro, o assistente e o quarto árbitro. Estão constantemente nos seus ouvidos. Essa é a cultura deles», disse o antigo goleador, que, enquanto treinador, dirigiu as seleções da Alemanha e dos Estados Unidos.

Eis então a resposta de Carlos Queiroz:

«Caro Jurgen;

Você tomou a iniciativa de chamar-me de Carlos, por isso acredito que seja apropriado chamá-lo de Jurgen. Certo?

Mesmo não me conhecendo pessoalmente, questiona o meu caráter com um típico julgamento preconceituoso de superioridade.

Não importa o quanto eu posso respeitar o que você fez dentro do campo, esses comentários sobre a cultura iraniana, a seleção iraniana e os meus jogadores são uma vergonha para o futebol. Ninguém pode ferir a nossa integridade se não estiver ao nosso nível, é claro.

Mesmo assim, gostaríamos de convidá-lo a vir ao nosso centro de treinos para socializar com os jogadores do Irão e aprender com eles sobre o país, o seu povo, os seus poetas e a sua arte, a álgebra, tudo sobre a milenar cultura persa … E também ouvir dos nossos jogadores o quanto eles amam e respeitam o futebol. Como americano/alemão, entendemos o seu não apoio. Sem problema.

E, apesar dos seus comentários ultrajantes na BBC, tentando minar os nossos esforços, sacrifícios e habilidades, prometemos-lhe que não vamos fazer quaisquer julgamentos sobre a sua cultura, raízes e antecedentes e que será sempre bem-vindo à nossa família.

Ao mesmo tempo, queremos apenas acompanhar com total atenção qual será a decisão da FIFA em relação à sua posição como membro do Grupo de Estudos Técnicos do Catar-2022. Porque, obviamente, esperamos que você renuncie antes de visitar o nosso centro de treinos.»

Ler Mais
Comentários (0)

Últimas Notícias

Serviço de apoio ao cliente
Dias úteis das 9.30h às 13h e 14.30h às 18h
E-mail: clientes@abola.pt
Telefone: 213232133 (Chamada para a rede fixa nacional)
Morada: Tv. da Queimada, 23 1249-113, Lisboa Portugal