«Acreditem em nós para a Nova Zelândia»

Futebol Feminino 15.11.2022 20:46
Por Redação

A avançada Jéssica Silva, de 27 anos, autora do único golo (1-0) do encontro de preparação para o ‘play off’ do Mundial-2023 que a Seleção disputou na noite desta terça-feira em Alverca diante da Costa Rica (82’), apelou, após inédito sexto triunfo de rajada da equipa nacional feminina, e a uma vitória de histórico apuramento para um Campeonato do Mundo feminino, aos portugueses para que a continuem a acarinhar, num caminho em que já deixaram dois ‘play off’ para trás: falta o terceiro.


«Sabe sempre bem marcar, mas estou cá para ajudar. Felizmente ganhamos, e mais importante do que o golo foi a vitória. O triunfo era bom para nos dar confiança até à partida para a Nova Zelândia [play off diante de Tailândia e Camarões a 22 de fevereiro, em Hamilton, Nova Zelândia]. Saímos muito felizes: mais uma vitória e um objetivo concretizado, seis vitórias consecutivas», afirmou a ponta-de-lança do Benfica e de Portugal, no final do encontro, em declarações ao Canal 11.


«Agora, há que continuar a trabalhar nos clubes nestes dois meses e meio até ao ‘play off’ do Mundial. Foi um jogo muito difícil na primeira parte. Só peço e gostava que continuassem a acreditar em nós: assim, vamos aparecer bem na Nova Zelândia», foi a garantia de uma das estrelas da equipa das quinas, que no anterior jogo de preparação, na sexta-feira, dia 11 do corrente mês, na Cova da Piedade (Almada), diante do Haiti, assinara três assistências na goleada lusa (5-0).


«Já sabíamos que este jogo com a Costa Rica seria mais dividido do que o jogo diante do Haiti. A Costa Rica é mais bem organizada, por isso já está apurada para o Mundial-2023. Tailândia ou Camarões vão adversários que, seja qual for o nosso rival, nos irão provocar muitas dificuldades. Este jogo serviu para aprendermos. Estamos preparadas, venha a Nova Zelândia», foi a alegria partilhada pela internacional lusa em 96 ocasiões (11 golos).


«Que sensações ficam? Boas, mas temos de dar seguimento, nos clubes, ao trabalho da Seleção! E continuarmos confiantes. Com a competência que temos, chegaremos a fevereiro, e ao ‘play off’ do Mundial, preparadas», concluiu Jéssica Silva. Se Portugal vencer Tailândia ou Camarões, a 22 de fevereiro, em Hamilton (Nova Zelândia), espera-nos grupo onde estão EUA, Países Baixos e Vietname.


Também Bruna Lourenço viveu em Alverca, na noite desta terça-feira, emoções especiais, ao estrear-se pela principal equipa nacional.


«Foi um dia de muita felicidade para mim, sim, é um sonho de criança realizado. Tenho trabalhado para isso, e estrear-me com uma vitória, é algo incrível! É sempre bom, sou mais uma para ajudar esta equipa. Procuro ajudar o coletivo, e o objetivo é chegar ao Mundial. Preparámos bem o ‘play off’, temos de trabalhar nos clubes. Queremos levar a confiança deste estágio para a Nova Zelândia», disse Bruna.


«Este coletivo tem tudo para ir longe. É uma luta que não vem de agora, decorre há muito tempo. Estamos a colher os frutos. Para isso trabalhamos todos os dias. Estar aqui tem de ser um privilégio para qualquer uma. Quero continuar cá, a aprender e a evoluir», concluiu Bruna Lourenço, ainda em Alverca.


Portugal foi segundo no seu grupo de apuramento da zona europeia, venceu a Bélgica (2-1) num primeiro ‘play off’, e a Islândia (4-1, após prolongamento) num segundo ‘play off’.


Mas o jogo que vai decidir um lugar entre os 32 finalistas do Mundial da Austrália/Nova Zelândia- 2023 (de 20 de julho a 20 de agosto) será o terceiro ‘play off’, a disputar em Hamilton (Nova Zelândia) a 22 de fevereiro, ante Tailândia ou Camarões.

Ler Mais
Comentários (0)

Últimas Notícias

Serviço de apoio ao cliente
Dias úteis das 9.30h às 13h e 14.30h às 18h
E-mail: clientes@abola.pt
Telefone: 213232133 (Chamada para a rede fixa nacional)
Morada: Tv. da Queimada, 23 1249-113, Lisboa Portugal