José Mourinho ‘pica’ Abraham

Roma 14.11.2022 17:33
Por Redação

A Roma não foi além de um empate (1-1), em casa, frente ao Torino, para a 15.ª jornada da Serie A, este domingo, no qual o treinador português recebeu ordem de expulsão, que considerou justa, e apesar de a equipa ter feito um jogo que ficou aquém das expetativas dos adeptos, José Mourinho focou as críticas nas individualidades, apontando, segundo a imprensa italiana, ao avançado inglês Tammy Abraham, apenas quatro golos ao serviço dos giallorrossi esta época, três no campeonato italiano, o outro na Liga Europa.


«Reconheço que sou antiquado, mas acho que, quando te tornas um jogador profissional num universo de milhões e milhões de crianças que queriam ser como tu, não precisas do apoio de ninguém. Não precisas de uma fonte fora de ti mesmo para te motivares. O que é isso de uma fonte externa? Tens de dar tudo em campo todos os dias, em todos os treinos, em todos os jogos. Jogas bem, jogas mal, cometes erros. Se erras comigo, no máximo, vou pensar que és mau. Mas outra coisa é a atitude... Apoio psicológico? Corre, amigo, vai lá, não tenhas medo dos duelos individuais, erra, cria problemas», atirou o Special One na conferência de imprensa.


As críticas ao jogador, de 25 anos, que não garantiu presença no Mundial-2022 com a seleção dos Três Leões, continuaram.


«Há milhões de crianças que querem chegar ao topo, só algumas conseguem. Estes são privilegiados. A fonte externa é uma vantagem, o que lhe dá algo mais. Volpato, por exemplo, não jogou bem. De quem é a culpa? Minha, porque não é um jogador para jogar contra o Torino homem contra homem, o que é difícil. A culpa é minha. Mudei para melhorar a equipa e protegê-lo. Há jogadores que devem ter um alto nível de desempenho, errar faz parte do jogador, mas não da atitude. Precisas de motivos para receber salário? Todos temos de dar mais!», concluiu Mourinho.

Ler Mais
Comentários (0)

Últimas Notícias

Serviço de apoio ao cliente
Dias úteis das 9.30h às 13h e 14.30h às 18h
E-mail: clientes@abola.pt
Telefone: 213232133 (Chamada para a rede fixa nacional)
Morada: Tv. da Queimada, 23 1249-113, Lisboa Portugal