«Sabem que eu gostaria de ficar, mas... Estamos a tratar das coisas»

Corinthians 06.11.2022 09:30
Por Redação

Vítor Pereira falou cerca de meia-hora depois da vitória o Corinthians sobre o Ceará por 1-0. O treinador debruçou-se longamente sobre o jogo e a posição na classificação (quarto lugar), mas foi impossível contornar a questão mais quente: a sua renovação ou saída. Vítor Pereira falou novamente sobre o desejo de permanecer, mas ainda não esclareceu.


«Os adeptos sabem o que está em jogo, eles sabem qual é a base da minha decisão, o que estou a pesar. Sabem que eu gostaria de ficar, mas tenho de... Estamos a tratar das coisas», disse, sem acabar a frase, em resposta a uma jornalista que viajou de Portugal, do cana 11.


Família de férias 

Vítor Pereira disse que família estará no Brasil nos próximos dias, oportunidade para lhes apresentar a cozinha brasileira: «Tem de ser carne, é a base da culinária brasileira. A carne aqui é muito boa. Eles vêm de férias, eu também estou a precisar de férias, preciso que eles venham para estar com eles. Fundamentalmente, é para estarmos juntos. O que vamos comer depende de para onde formos.»


O treinador voltou, ainda, a explicar porque escolheu treinar o clube há um ano: «Poderia ter vindo para o Brasil em diferentes ocasiões e nunca vim. Por insistência do presidente e pela paixão dos adeptos, acabei por vir. A identificação foi antes de chegar. É um clube de uma dimensão que não sei se em Portugal têm ideia. Não devem ter, eu não tinha antes de vir. Um clube enorme, com paixão tremenda. E desde muito cedo essa química foi estabelecida, sofremos juntos, lutamos juntos. Eles apoiam sempre desde que se corra e se trabalhe, tanto faz estar a perder ou ganhar. Sobre a temporada, voltámos a lutar por títulos. Estivemos perto [na Taça]. Com um título, passaríamos a outro patamar, mas fizemos uma temporada consistente: estivemos sempre nos quatro primeiros, sobrevivemos a lesões que nunca permitiram consolidar o jogo, fomos até aos quartos de final da Libertadores, coisa que o clube não alcançava há muito tempo.»

Ler Mais
Comentários (0)

Últimas Notícias

Serviço de apoio ao cliente
Dias úteis das 9.30h às 13h e 14.30h às 18h
E-mail: clientes@abola.pt
Telefone: 213232133 (Chamada para a rede fixa nacional)
Morada: Tv. da Queimada, 23 1249-113, Lisboa Portugal