Marítimo perde novamente, agora com penálti polémico a dar que falar (veja o resumo)

Liga 03.10.2022 22:19
Por Nuno Pedro Fernandes

Em partida de encerramento da 8.ª jornada da Liga, o Casa Pia venceu na deslocação ao terreno do Marítimo, por 2-1, com a polémica em torno do penálti que deu o triunfo aos ‘gansos’ a constituir, inevitavelmente, tema central.


É, diga-se, difícil encontrar o motivo que levou o juiz bracarense Vítor Ferreira – e o VAR - a descortinar falta no choque, em disputa aérea (e consequente queda), entre Vítor Costa e João Nunes, mas é possível que a equipa de arbitragem tenha entendido que a forma como o brasileiro (vermelho direto) cai sobre o adversário, constitua agressão. Polémica à parte, certo é que o internacional sub-21 Leonardo Lelo, dos 11 metros, não facilitou e converteu o castigo máximo.


Já na primeira parte, Ricardo Batista, guarda-redes dos ‘gansos’ em destaque, pelo melhor e pelo pior.

Primeiro, consentiu um ‘frango’ incrível, ao tentar defender com o pé o remate forte, de meia distância, de Bruno Xadas, à figura, deixando a bola a passar por baixo do corpo e esta a terminar no fundo das redes, para o primeiro golo da partida, aos 11’; em cima do intervalo (tempo de compensação), aos 45'+3, o VAR indicou grande penalidade, com Vítor Ferreira a consultar as imagens e a apontar para a marca dos 11 metros após o central bósnio Zolotic ter aberto os braços, no interior da área, numa discussão de bola pelo ar (fica por perceber se o árbitro entendeu haver eventual agressão ao adversário direto, no lance, com o braço esquerdo ou se terá cometido um potencial corte ilegal com o braço direito), foi admoestado com o segundo amarelo e, consequentemente, expulso. Ricardo Batista, aos 45’+5, redimiu-se com uma grande intervenção ao desviar a bola para o poste esquerdo, negando o 2-1 a Bruno Xadas.


Desta forma, o Marítimo, que ainda viu Joel Tagueu, após canto (90'+6), de cabeça, atirar ao poste, somou a oitava derrota em outras tantas jornadas – cinco sob as ordens de Vasco Seabra e três com o sucessor João Henriques no comando – enquanto a ‘sensação’ Casa Pia chega aos 17 pontos e às três vitórias nos últimos três jogos, isolando-se no 4.º lugar, com Boavista e Portimonense a ficarem para trás após derrotas em visitas ao Minho, respetivamente Famalicão (0-4) e Vizela (0-1).



Ler Mais
Comentários (2)

Últimas Notícias