«É bom aparecer um bocadinho na televisão para dar estas alegrias»

Moto GP 02.10.2022 12:36
Por Redação

Miguel Oliveira falou à SportTV depois da vitória no Grande Prémio da Tailândia:


Correr à chuva: «Foi um dia estranho, havia possibilidade de chuva, mas às vezes há previsão e depois não acontece. Porém hoje choveu bastante, parecido com a Indonésia, mas fiquei contente pela prestação. Com estas condições mais difíceis tento sacar o máximo da mota, de mim, das minhas capacidades. Foi uma corrida difícil, mas divertida.»


A quem dedica: «Desde logo à minha mulher e filhota, também como sempre a todos os fãs, é bom aparecer um bocadinho na televisão para dar estas alegrias.»


Porque corre bem em pista molhada: «Sou muito bom a entender as condições de aderência, correr à chuva é a sensação do momento, é tudo mais cru, é preciso ser suave a abordar travagens e acelerações. Sou bastante suave, quando há menos grip consigo por as minhas capacidades mais evidentes»


Como foi a corrida: «Era difícil, no arranque sofri um toque pelas costas, não sei quem foi. Depois as travagens eram difíceis pelo spray das motos à frente, na reta havia aquaplanning, foi preciso fazer muita gestão. Quando recuperei vi que tinha andamento, fui avançando pouco a pouco para não desgastar os pneus. Analisei o Miller, que era o mais rápido, ganhava-lhe tempo a partir da curva 7. Esperei até passarmos o Bagnaia, depois tentei o Miller. Andar sozinho é difícil psicologicamente, mas conseguimos, é o que interessa.»



Ler Mais
Comentários (0)

Últimas Notícias