O discurso de Rui Costa na Assembleia Geral

Benfica 30.09.2022 23:18
Por Redação

As contas do Benfica referentes ao exercício 2021/2022 foram aprovadas por larga maioria em Assembleia Geral Ordinária do clube realizada esta sexta-feira à noite (ver notícia associada), e a reunião magna começou com um discurso do presidente encarnado, Rui Costa.


O líder das águias destacou o facto de ter sido «privilegiada a vertente desportiva», mesmo «nunca perdendo de vista a solidez económica do clube». «Estamos certos que dotámos as nossas equipas de uma maior qualidade, aumentando a sua competitividade», vincou, destacando os feitos já conseguidos neste início de época, em várias modalidades, apesar de sublinhar que «ainda há muito por fazer».


Lembrou ainda o falecimento do sócio número um e de uma grande figura do Benfica e do futebol português: «Permitam-me, não querendo esquecer ninguém, um sublinhado especial de saudade pelo sócio número um, o nosso Ti Emílio, e pelo nosso querido Chalana.»


O discurso de Rui Costa na Assembleia Geral


«É com enorme honra que me apresento diante de todos vós para discutirmos e aprovarmos o Relatório e Contas 2021/22, numa Assembleia que desejo que seja marcada, uma vez mais, pela exigência e elevação que sempre nos caracteriza. No fundo, uma Assembleia Geral à Benfica e que orgulhe todos os benfiquistas.

Apresentamos hoje, como é sabido, resultados negativos. Mas como vos prometi nesta mesma sala, privilegiámos a vertente desportiva, nunca perdendo de vista a solidez económica do clube.


Estamos certos que dotámos as nossas equipas de uma maior qualidade, aumentando a sua competitividade. O início de época da nossa equipa de futebol, as sete Supertaças conquistadas neste início de época, a entrada na Liga dos Campeões no basquetebol, a presença na Liga dos Campeões da nossa equipa de futebol feminino e as conquistas dos nossos atletas olímpicos são prova disso mesmo. Ainda que estando numa fase embrionária da temporada, os sinais são positivos, mas também sabemos que ainda há muito para fazer.


Quero desde já manifestar o meu agradecimento pelo compromisso e dedicação de todos os sócios. Que bonito tem sido o ambiente que temos vivido nos nossos pavilhões e no nosso estádio. Os sócios são e serão sempre a grande força do nosso clube. Permitam-me, não querendo esquecer ninguém, um sublinhado especial de saudade pelo sócio número um, o nosso Ti Emílio, e pelo nosso querido Chalana.


Quero deixar também uma palavra de especial apreço para as Casas do Benfica. A sua persistência, o seu benfiquismo continuam a ser fundamentais para o engrandecimento do Sport Lisboa e Benfica. O mesmo se passa com a Fundação Benfica, cujo papel nunca foi tão relevante.


Caros sócios, após a apresentação das contas por parte do vice-presidente Luís Mendes, estaremos disponíveis para esclarecer todas a vossas questões num ambiente à Benfica, com a exigência, o respeito e elevação que o clube merece.


Viva o Sport Lisboa e Benfica!»


Ler Mais
Comentários (0)

Últimas Notícias