Selby de sonho: 147 e ‘quartos’ com Allen em Milton Keynes

Snooker 29.09.2022 23:37
Por António Barroso

O inglês Mark Selby, de 39 anos, quarto do ranking e tetracampeão mundial (2014, 2016, 2017 e 2021), assinou na noite de quinta-feira a quarta entrada máxima da sua carreira, de 147 pontos, no ‘frame’ inaugural do duelo dos oitavos de final do British Open, prova da época 2022/23 da World Snooker a decorrer até domingo, dia 2 de outubro, em Milton Keynes (Inglaterra), em que bateu o compatriota Jack Lisowski por 4-1 e se apurou para os ‘quartos’.


Com a 179.ª entrada máxima conseguida por um profissional, Selby, cuja anterior entrada máxima conseguida remontava há quatro anos (2018), tornou-se o 12.º jogador a conseguir anotar quatro ou mais tacadas perfeitas, e colocou uma mão – se não mesmo as duas – no prémio de 5 mil libras (€5.588) para a melhor entrada no Open Britânico: se alguém mas igualar a proeza até domingo, o montante será dividido pelo ‘Jester from Leicester’ e quem o vier - se houver quem - a consegui-lo.


Uma verdadeira exibição de gala daquele que foi durante quatro ano número um mundial, a comprovar estarem ultrapassados os problemas de saúde mental (depressão) dos quais padecia e que, com a mesma coragem de campeão à mesa, assumiu, para exortar outros a não calarem e procurarem ajuda.


Diante de ‘JackPot’ (Lisowski), de 31 anos, 11.º da tabela mundial, Mark Selby assinou um 147 cuja 12.ª vermelha embolsada é inesquecível (ver video em anexo), momento de genialidade de quem viu a mãe abandonar o lar aos 8 anos e o pai sucumbir ao cancro quando tinha 16 anos, para ver e rever: perdeu posição para continuar na entrada com as encarnadas, mas cruzou a bola a duas tabelas (!) para um buraco do meio, ante o aplauso geral. Tirou… um coelho da cartola!


Nos quartos de final, Mark Selby, já vencedor de 20 provas de ranking e a três vitórias de eventual 21.º título, irá encontrar, num duelo com perfume a final antecipada, o outro único sobrevivente do ‘top 20’ mundial (!) ainda em prova num British Open onde a razia de candidatos e favoritos é avassaladora.


Selby irá medir forças com o norte-irlandês Mark Allen, de 36 anos, 14.º da hierarquia, que mandou para casa o inglês Judd Trump, de 33 anos, segundo da hierarquia e campeão mundial em 2019, duelo marcado para sexta-feira, às 13 horas locais (mesma hora em Portugal continental), com ‘The Pistol’ (Allen) a tentar sétimo título em provas de ranking na Marshall Arena (soma seis na carreira até agora).


Será o 22.º duelo entre ambos nas respetivas carreiras, e o equilíbrio nos 21 jogos anteriores dos dois ases do pano verde resume-se nas 11 vitórias de Selby e 10 de Allen até à data no ‘duelo dos Mark’s’.


O grande jogo dos oitavos de final, na noite desta quinta-feira, opôs o ‘Ace in the Pack’ (Judd) a Mark Allen, de 36 anos, 14.º da hierarquia. Allen começou melhor e chegou a 2-0, com entradas de 68 e 67 pontos, respetivamente e por esta ordem.


Trump reagiu e igualou (2-2), Mark ficou a um da meta ao vencer o quinto parcial e, com centenária (entrada de 109 pontos), Judd fez o 3-3 e forçou a ‘negra’ no mais dramático dos jogos do dia, com final impróprio para cardíacos.


No sétimo parcial, ainda chegou a 38 pontos mas uma aberta permitiu a Mark Allen a oportunidade de avançar para os oito melhores em Milton Keynes. Só que o norte-irlandês falhou embolsar a 15.ªe última das vermelhas, a 55 pontos na entrada. Mas uma boa defesa de Allen permitiu a chance de, à segunda, conseguir mesmo a chave para ‘quartos’ com Selby.


O British Open, prova da época 2022/23 da World Snooker pontuável para o ranking, iniciou-se na segunda-feira, dia 26 do corrente mês, e irá terminar domingo, dia 2 de outubro, na Marshall Arena, em Milton Keynes (Inglaterra).


A prova distribui £487 mil (€544.225) em prémios, das quais £100 mil (€111.751) ao campeão: o galês Mark Williams, vencedor da anterior edição do torneio, transmitido para Portugal (EuroSport).


Os quartos de final do British Open são jogados sexta-feira, dia 30 do corrente mês, já à melhor de nove parciais: vencem e avançam para as ‘meias’ os primeiros a ganharem cinco (de 5-0 a possíveis 5-4).


Oitavos de final, esta 5.ª feira (apurados a negro):

Mark Selby-Jack Lisowski, 4-1

Jamie Jones-Ben Woollaston, 4-2

Robbie Williams-Steven Hallworth, 4-3

Lyu Haotian-Matthew Stevens, 4-1

Anthony Hamilton-Yuan Sijun, 3-4

Mark Allen-Judd Trump, 4-3

Graeme Dott-Ryan Day, 2-4

Noppon Saengkham-Jordan Brown, 4-0


Quartos de final, 6.ª feira (hora local e de Portugal continental):

Mark Selby-Mark Allen (13 horas)

Robbie Williams-Lyu Haotian (13 horas)

Noppon Saengkham-Jamie Jones (19 horas)

Ryan Day-Yuan Sijun (19 horas)


Ler Mais
Comentários (0)

Últimas Notícias