Sporting vence Göttingen e está na final da qualificação para a Taça Europa

Basquetebol 28.09.2022 21:58
Por Miguel Candeias

O Sporting teve de aplicar-se a fundo para sobreviver aos próprios erros ao longo da partida na Minatori Arena (Kosovo), mas, com um lance livre de Travante Williams a 0,2s do apito final - falhando depois propositadamente o segundo para que a bola batesse no aro e o tempo se esgotasse -, os leões derrotaram o Göttingen por 83-84 (17-16, 24-21, 24-26, 18-21) nas meias-finais do Torneio A da qualificação para a fase de grupos da Taça Europa. Sexta-feira defrontam o derradeiro embate frente aos belgas do Giants de Antuérpia.


Travante (18 pts, 6 res, 3 ass) pode ter evitado o prolongamento, ao sofrer uma falta num um contra um, após a bola ter sido reposta no meio-campo contrário, com 7,9s no cronómetro, para tentar desfazer a igualdade 83-83 que Javon Bess (13 pts, 7 res, 4 ass) conseguira, mas a grande figura dos lisboetas foi o base Marcus LoVett Jr (3 res. 2 ass), o qual converteu 23 dos seus 25 pontos após o intervalo (41-37). Doze dos quais no 3.º quarto. Período em que os comandados de Pedro Nuno Monteiro recuperaram de uma desvantagem que chegara a ser de 8 (41-33), para voltarem pela primeira vez à liderança (44-46), num lançamento de Travante, desde o 26-27.

Segundo antes LoVett conseguira, finalmente, o primeiro lançamento de três pontos dos verdes e brancos (44-33) depois de oito tentativas. O base americano acabaria a noite com 3/5 para lá da linha dos 6,75m. Situação de onde a equipa registou 5/17, mas de onde António Monteiro (8 pts, 4 res) conseguiu não falhou nenhuma das duas tentativas e ajudou a que o Sporting num parcial de 5-10 (75-78) no derradeiro quarto nunca mais voltasse a ficar em desvantagem, ainda que permitisse duas igualdades (75-75, 83-83).


A comandarem por 77-82 num cesto de Isaiah Armwood (10 pts, 4 res) após uma louca assistência de Travante Williams de costa a costa, o conjunto português ia deitando tudo a perder nos segundos finais. Valeu então mais um cesto de LoVett (80-83) e o lance livre de Travante.


Nos germânicos, além de Bess, destaque para a produção de Mark Smitt (20 pts, 10 res), o qual conseguiu ir oito vezes à linha de lance livre e provocou inúmeras faltas, Harald Frey (16 pts, 3 res, 5 ass) e Till Pape (13).


Na véspera, nos quartos de final, ronda de que o Sporting estava dispensado, o Göttingen superara os kosovares do Trepca por 76-62. Quanto ao Giants de Antuérpia, superou na semifinal de hoje os cipriotas do Petrolina AEK por 60-76.


Ler Mais
Comentários (0)

Últimas Notícias