A grandeza de Federer: Nadal conta episódios marcantes

Ténis 27.09.2022 15:51
Por Redação

Os últimos dias têm sido prolíficos em homenagens a Roger Federer. O suíço pendurou a raquete aos 41 anos e ficará para a história a emotiva despedida na Laver Cup, em Londres, na passada semana.


Rafael Nadal, eterno rival e amigo de Federer, chorou como um menino e contou, em entrevista à Cadena Cope, que aquela não fora a primeira vez que Federer lhe arrancou as lágrimas dos olhos. Tudo aconteceu em 2009, em Roland Garros.


«Naquele momento eu não queria que Federer ganhasse essa final, a verdade é essa. No meio de uma rivalidade, eu tinha hipóteses de ser número um e, se ele ganhasse, muito provavelmente iria passar-me. Por outro lado, sou uma pessoa que ama o desporto acima de tudo. Já lhe tinha ganho nas finais de 2006, 2007 e 2008 e eu acredito que, quando alguém está tão perto de ganhar, é porque o merece mesmo. Quando o encontro acabou e ganhou o título, fiquei emocionado e chorei em casa. Chorei por ver alguém como Federer, por quem tenho grande apreço e admiração além da rivalidade desportiva, ganhar nesse momento depois de tentar durante tantos anos. Isso emocionou-me e chorei», contou o maiorquino.


Na mesma entrevista, Nadal revelou ainda um episódio que o marcou em 2007. Federer ganhou a final do torneio de Hamburgo ao espanhol e colocou-lhe ponto final numa inacreditável série de 81 vitórias seguidas em terra batida: «Depois do encontro, quando cheguei ao balneário, vi que ele estava a tomar banho. Quando acabou, perguntei-lhe se podia assinar a camisola dele para eu ficar com ela como recordação. Nessa camisola, Federer escreveu “81. Parabéns por um recorde incrível e inalcançável. Roger.»

Ler Mais
Comentários (0)

Últimas Notícias

Serviço de apoio ao cliente
Dias úteis das 9.30h às 13h e 14.30h às 18h
E-mail: clientes@abola.pt
Telefone: 213232133 (Chamada para a rede fixa nacional)
Morada: Tv. da Queimada, 23 1249-113, Lisboa Portugal