«Qualquer um que ganhasse seria justo»

Futsal 25.09.2022 20:22
Por Redação

Terminado o jogo da final da Supertaça, que o Sporting venceu no desempate por grandes penalidades, o treinador sportinguista Nuno Dias deixou a sua análise ao encontro.


«Os jogadores do Benfica também se entregaram e se apresentaram com índices de motivação altos, qualquer um que ganhasse hoje seria justo, porque o Benfica também esteve muito bem. O equilíbrio é nota dominante nestes jogos. Às vezes pode acontecer um jogo disparar para aqui ou para ali, mas, por norma, isto é o que acontece», começou por declarar o técnico, prossegunindo: «As três equipas fizeram um grande jogo. Foi decidido nos penáltis, mas podia ter ficado resolvido antes. Acho que estamos de parabéns. É mais um troféu para o Sporting.»


A vitória teve destinatário especial, afirmou o timoneiro dos leões: «Quero deixar uma nota de apreço e de homenagem ao Andrew, nosso fisioterapeuta que sofreu um acidente, não está muito bem e quero dedicar-lhe a vitória.»


Nuno Dias elogiou igualmente o herói do Sporting, o guarda-redes Bernardo Paçó que entrou em ação para o desempate por grandes penalidades, em vez do titular Guitta, bem como os jogadores que executaram os penáltis: «Mais do que o lado emocional, o Bernardo foi extraordinário nos aspetos técnicos porque defendeu com qualidade técnica e os nossos jogadores que bateram os penáltis também o fizeram tecnicamente bem, bateram com força e colocação. Num jogo destes, muitas vezes, a parte emocional não nos permite fazer as coisas como queremos, mas tanto a nível técnico como emocional, os jogadores estiveram muito bem. Foi um jogo muito disputado e difícil. Os jogadores acabaram em sofrimento grande, mas, no fim, fica para a história mais uma Supertaça para o Sporting, mais um título, mais um troféu. Os jogadores estão de parabéns, fizeram uma grande partida.»

Ler Mais
Comentários (2)

Últimas Notícias