Sporting volta a ter equipa sénior masculina

Râguebi 19.08.2022 21:39
Por Miguel Morgado

É o terceiro regresso do Sporting Clube de Portugal às competições de râguebi no escalão sénior masculino. Clube impulsionador da modalidade em Portugal, em 1922, os leões reativam, em ano de centenário, uma equipa masculina e inscrevem o clube no Campeonato Nacional 2 (CN2), terceiro e último escalão nacional.


Sem equipa sénior desde a época 2016-2017, e tendo, desde 2012, apostado nos escalões de jovens, Francisco Sande e Castro, coordenador técnico do râguebi masculino do clube, estima que «entre 10 a 15» jogadores do plantel tenham origem na formação verde e branca, numa alusão à equipa que disputou na época transata o escalão sub-19 e a outros antigos jogadores que passaram pelo clube. O resto poderá sair dos Trial Days, anunciou João Telhada, coordenador-geral. «Vamos ser competitivos», promete Sande e Castro, sem descurar naturais ambições e reconhecendo que o processo de competitividade será gradual.


Criada a secção a 25 de outubro de 1922, por Salazar Carreira, o Sporting competiu ininterruptamente até 1936. Reativou em 1944 após o ingresso de jogadores do extinto Ginásio Clube Português. Os verdes e brancos (conta-se que a célebre camisola listada tem a sua origem no râguebi e viria a ser alargada posteriormente às restantes modalidades) terminariam, de novo, em 1964 (os campeonatos nacionais e Taça de Portugal arrancaram em 1958). Após o mais longo interregno, regressaram 48 anos depois, em 2012-2013, época na qual viriam a sagrar-se campeões nacionais da II Divisão (terceiro escalão do râguebi nacional). Voltaram a fechar portas dos seniores masculinos em 2016-17, ano coincidente com o nascimento da equipa feminina, formação que soma cinco títulos nacionais, e preparam-se para, em ano de pré Mundial, regressar ao nacional.    

Ler Mais
Comentários (1)

Últimas Notícias