Treinadores brasileiros acusados de se unirem contra Abel Ferreira

Palmeiras 17.08.2022 17:09
Por Redação

Walter Casagrande, antigo avançado que jogou no FC Porto em 1986/1987, saiu em defesa de Abel Ferreira, recentemente alvo de críticas por parte dos homónimos Cuca (Atlético Mineiro), Mano Menezes (Internacional) e Jorginho (Atlético Goianense).


«Cuca foi desabafar do jogo contra o Palmeiras, depois do jogo contra o Coritiba [1-0]. Se empatasse ou perdesse iria ficar quieto. Cuca estava à espera de ganhar uma partida para poder falar do jogo do Palmeiras e do Abel Ferreira. No jogo entre Palmeiras e Atlético Mineiro, ele e a equipa dele foram incompetentes, não conseguiram fazer um golo contra uma equipa com nove. É muito difícil assumir que foi incompetente um dia? Qual é o problema?», atirou o antigo internacional brasileiro ao UOL Esporte.


«Depois, chega o Mano Menezes, após uma vitória, a querer falar sobre isso do Cuca e do Abel. E vem o Jorginho, do Atlético Goianense... Cada um faz a sua. Estão a unir-se contra um treinador que, por acaso, é estrangeiro? Esses três, Cuca, Mano e Jorginho, uniram-se para atacar, desmerecer e julgar o Abel Ferreira, que é bicampeão da Taça Libertadores, campeão da Taça do Brasil e pode ser campeão brasileiro (...) Eles estão a dizer o quê? Estavam jogados às traças há pouco tempo», sublinhou.

Ler Mais
Comentários (45)

Últimas Notícias