«Em casa temos de ser favoritos»

Paços de Ferreira 14.08.2022 13:56
Por Paulo Pinto

César Peixoto fez a antevisão do jogo com o Portimonense e aguarda uma partida complicada, mas ainda assim espera que os castores façam prevalecer o fator casa.


«É importante começar o campeonato em casa a vencer e esperamos ser mais eficazes. Temos de criar um ambiente difícil para mantermos as dificuldades que os adversários costumam sentir a jogar aqui, até porque em casa temos de ser favoritos», disse o treinador dos pacenses, acrescentado: «Vai ser um jogo difícil, o Portimonense no ano passado fez mais pontos fora do que em casa, são muito fortes nos duelos e bolas paradas, tanto defensiva como ofensivamente, muito competitivos e agressivos. Só temos de contrapor esse maior poderio físico com a nossa forma de jogar. São mais altos e robustos, mas isso não quer dizer nada.»


César Peixoto vê cada encontro como uma final e para a decisão de amanhã vai deparar-se com problemas para formar o onze, face à ausência confirmada do médio Luiz Carlos e, provavelmente, do guarda-redes Jordi, ambos por lesão, a que acresce a saída do clube do extremo brasileiro Lucas Silva, suplente utilizado em Barcelos, na última jornada (derrota por 1-0).


«Ainda não é certo que [o Jordi] vai estar fora de jogo, mas temos o Zé [Oliveira] ou o James e confiamos neles. O Luiz [Carlos] está fora, tal como o Jorge Silva, o Vigário ou o Flávio, que já treina connosco. O Tiago Ilori ainda não está pronto e o Lucas Silva já foi», referiu.


Esta lista de ausentes apenas é contrariada com a estreia do regressado Koffi, novamente cedido pelo Reims, de França, já que Kayky, extremo brasileiro cedido pelo Manchester City, não foi inscrito a tempo do jogo.


Ler Mais
Comentários (0)

Últimas Notícias