Benfica com pré-época atípica, mas sem desculpas para a disputa da Supertaça

Futebol Feminino 09.08.2022 16:34
Por Rafael Batista Reis

Será no campo n.º 1 do Benfica Campus, no Seixal, que, às 17.30 horas desta quarta-feira, se inicia a época oficial no futebol feminino nacional, com o Benfica a receber o SC Braga para a disputa da Supertaça.
 

O troféu será esta época disputado pelos quatro primeiros classificados da última Liga BPI, que se defrontam num sistema de meias-finais seguida de final, agendada para dia 26, pelas 20.30 horas, em Leiria.


Filipa Patão fez a antevisão à partida, no Estádio José Martins Vieira, em Almada. «Podemos esperar uma equipa preparada, ou na tentativa de estar o melhor possível, tendo em conta a pré-época um pouco atípica que tivemos. Como estamos no Benfica, aqui não há desculpas, fizemos o melhor possível para ter o plantel todo ao mesmo nível, na mesma forma. Elas fizeram um excelente trabalho, foram irrepreensíveis», elogiou a treinadora.


«Vamos à luta e tenho a certeza de que elas vão dar excelente resposta na primeira prova oficial. O principal desafio é as nossas jogadoras perceberem que vão ter de se adaptar muito mais no jogo, isso parte muito da compreensão delas do próprio jogo e do envolvimento que está a ocorrer. Faremos também o nosso trabalho para transmitir o máximo de informações possíveis. Acaba por ser um bom teste à adaptabilidade que elas conseguem ter no jogo», destacou.


Filipa Patão considera esta meia-final «um bom desafio e também um momento de crescimento». «Da nossa parte, devemos focar-nos mais no que somos, nos nossos princípios e dinâmicas, e depois tentar adaptar isso no jogo. Estamos muito focadas em conseguir troféus, apesar de sabermos que mesmo em termos de timing não é o ideal, tendo em conta que a seguir temos uma pré-eliminatória da Champions, mas é um grande objetivo.»

«Queremos ganhar tudo, portanto temos de fazer tudo para ganhar. Costumamos dizer a estas jogadoras que se querem conquistar e ser felizes pelo Benfica vão ter de lutar pelo Benfica também dentro de campo. É aí que precisamos da nossa maior força, os adeptos, que nos vão dar, de certeza, mais um empurrão quando for necessário. Sei que a hora do jogo não é apelativa, mas tenho a certeza de que estas miúdas vão fazer por merecer», garantiu, convicta. 

Ler Mais
Comentários (5)

Últimas Notícias