Marcano vai atingir número redondo

FC Porto 08.08.2022 11:00
Por Nuno Vieira

É a oitava temporada de dragão ao peito e talvez seja a última, dado que termina contrato no próximo verão e a idade começa a pesar (tem 35 anos), mas Iván Marcano já reservou um lugar na história do FC Porto, ao contribuir para a conquista de três campeonatos, duas Taças de Portugal e uma Supertaça Cândido de Oliveira.
 

Quando tudo apontava no sentido de deixar o plantel, começou esta temporada com o estatuto de titular, beneficiando do facto de David Carmo, contratado para ser o central descaído pela esquerda, estar ausente por um castigo ainda da campanha anterior (tinha sido expulso pelo SC Braga na última jornada, em Famalicão).


Após duas épocas muito difíceis, com lesões prolongadas que o afastaram dos relvados durante largos meses, Marcano continua a mostrar ser um central fiável e agressivo no jogo aéreo, como se viu neste jogo de estreia do campeonato, frente ao Marítimo, no qual assinou o 4-0 na sequência de um golpe de cabeça, redimindo-se de um erro pouco antes, num passe curto que obrigou Diogo Costa a aplicar-se para evitar um golo adversário.


Dado o rendimento que tem apresentado, não há grandes razões para Sérgio Conceição promover mexidas no eixo defensivo, pelo que é muito provável que o espanhol volte a ser titular na próxima ronda, em Vizela. E não será um desafio qualquer para o experiente central, pois prepara-se para cumprir o jogo número 500 da sua carreira profissional. Um trajeto longo e com vários títulos - foi duas vezes campeão na Grécia, onde ganhou também uma taça, e tem uma supertaça na Rússia - e que poderá terminar onde começou: o Racing Santander subiu este ano à segunda divisão de Espanha e já piscou o olho ao regresso de Marcano a casa, o que pode acontecer quando o espanhol fechar a sua folha de serviço no FC Porto.

Ler Mais
Comentários (15)

Últimas Notícias