Corte salarial e passividade no mercado: o porquê de Ronaldo querer sair

Manchester United 05.07.2022 15:49
Por Redação

Cristiano Ronaldo está decidido a deixar o Manchester United neste mercado de transferências. O internacional português falhou o regresso aos trabalhos e, de acordo com o Manchester Evening News, são duas as principais razões que levam CR7 a querer abandonar Old Trafford no imediato.


Uma delas era já sabida e está relacionada com a passividade no mercado dos red devils. Até agora, apenas Tyrell Malacia, antigo defesa-esquerdo do Feyenoord, foi contratado (Christian Eriksen será o próximo) e Ronaldo entende que a falta de reforço do plantel de Erik ten Hag poderá conduzir a mais uma temporada desastrosa, tal como foi a última.


Desastrosa de tal forma que o falhanço no apuramento para a Liga dos Campeões – o Man. United foi 6.º classificado na Premier League e vai jogar a Liga Europa – conduziu a um corte salarial em 25 por cento de todos os jogadores, algo que estava contratualmente previsto.


Isto faz com que o salário de Ronaldo passe dos 550 para os 419 mil euros semanais, situação que, explica o jornal local, deixou o avançado luso «furioso».

Ler Mais
Comentários (105)

Últimas Notícias