«Quando dei por mim rolava pelo chão»

Ciclismo 03.07.2022 09:06
Por Fernando Emílio

Difícil e, sobretudo, doloroso o começo de Ruben Guerreiro, 27 anos, nesta Volta a França 2022, vítima das muitas quedas que marcaram os primeiros dois dias da prova.

«Ainda escapei, por duas vezes, a quedas, mas não consegui evitar a da parte final da etapa, que me deixou muito maltratado. Pelo que me disseram, terá sido o Tadej Pogaçar que bateu com a roda dianteira na bicicleta à sua frente. Certo é que metade do pelotão caiu ou foi obrigado a parar e quando dei por mim andava a rolar pelo chão», relatou a A BOLA o ciclista português. 

Leia mais na edição impressa ou subscreva a edição digital de A BOLA




 

Ler Mais
Comentários (2)

Últimas Notícias