«Não queremos andar com uma bomba de oxigénio até ao final»

Brasil 03.07.2022 22:55
Por Redação

António Oliveira não escondeu a satisfação após a vitória diante do Avaí (2-1). Foi o segundo triunfo enquanto treinador do Cuiabá, o primeiro no qual esteve no banco da equipa (diante do Corinthians ficou na bancada devido a um problema burocrático).


«Eu não tinha dúvidas de que quando existisse confiança, o Cuiabá ia vencer. É disso que precisamos, os últimos derrotados foi muito devido a falta dela. Os jogadores vão ter de perceber que hoje precisámos de chegar 20 vezes à área para fazer um golo, como às vezes vamos chegar 20 vezes e não vamos marcar e noutra vamos chegar duas vezes e marcar nas duas. Por isso, tudo o que lhes peço é para continuar a ir à frente para fazer aquilo que nos garante pontos: golos. Foi uma vitória justa», explicou.


Após o triunfo, o treinador português aproveitou também para deixar um recado à direção.


«Precisamos de reforços para que a equipa fique cada vez mais competitiva e mais perto da segurança. Não queremos andar como na época passada, com uma bomba de oxigénio até ao final da temporada», concluiu.

Ler Mais
Comentários (3)

Últimas Notícias