Meia dúzia de reforços para Miguel Valença

Académica 26.06.2022 12:33
Por Eduardo Pedrosa Marques

Ultrapassado o processo eleitoral, que conduziu Miguel Ribeiro ao cargo de presidente, e concluída a contratação do novo treinador, tendo a escolha recaído em Miguel Valença, a Académica prepara com todo o afinco o plantel para a próxima temporada e, sabe A BOLA, neste momento tem já seis reforços garantidos: Diogo Ribeiro, Pepo, Marco Grilo, David Brás, David Teles e Diogo Machado.


Diogo Ribeiro, ponta de lança, de 31 anos, deixa o Alverca e regressa à Briosa, clube que já tinha representado nos juniores e também nos seniores (entre 2016 e 2019). Na época passada, na Liga 3, marcou três golos em 22 jogos.


Do emblema ribatejano chega também Pepo. O médio, de 28 anos, vai vestir a camisola dos estudantes, depois de passagens por UD Leiria, Torreense, Vianense, Vilafranquense, Cova da Piedade e Alverca - na última temporada, na Liga 3, participou em 17 partidas.


Marco Grilo vai ser outra das caras novas do plantel academista. O lateral direito, de 28 anos, passou pela formação de Benfica e UD Leiria e, já enquanto sénior, representou Carregado, Tourizense, Alcanenense, Eléctrico, Vitória de Sernache, Vilafranquense e Lusitânia de Lourosa. Em 2021/2022, ao serviço dos Leões de Lourosa, na Liga 3, alinhou em 17 encontros e apontou dois golos.


Quem também vai jogar de losango ao peito é David Brás. O extremo, de 27 anos, regressa, literalmente a casa. Além de ser natural de Coimbra, realizou todo o seu percurso de formação na Académica, onde chegou a alinhar na extinta equipa B dos capas negras (2014/2015). Depois disso, jogou na Académica/Seção de Futebol, no Nogueirense, no Oliveira do Hospital e no Anadia, tendo regressado a Oliveira do Hospital na época que agora finda, participando em 14 jogos na Liga 3.


David Teles é outro dos que voltam à cidade do Mondego. O médio ofensivo/extremo, de 24 anos, deixa o Sintrense, onde esteve nas duas últimas épocas (37 jogos e 7 golos) para envergar, de novo, a camisola da Briosa, tal como já tinha sucedido entre 2017 e 2020, nos seniores, isto já depois de duas temporadas nos juniores, onde chegou proveniente do Sporting - tinha começado a sua formação no Elvas, de onde é natural. Do seu percurso consta ainda uma passagem pelo Condeixa.


Por fim, mais um elemento com forte ligação aos academistas. Diogo Machado, jovem ponta de lança, de apenas 18 anos, vai ser promovido dos juniores ao plantel principal. Natural de Estarreja, onde começou a jogar, passou também pelo Taboeira antes de chegar aos juvenis da Académica, em 2019/2020. Em Coimbra tem tido uma relação bastante profícua com o golo, como provam os 20 tentos apontados na temporada que agora chegou ao fim. É uma das esperanças do futebol da Briosa e vai ter a sua oportunidade em 2022/2023, época em que a Briosa vai competir na Liga 3.


Ler Mais
Comentários (0)

Últimas Notícias