Leão voltou a ser mais feliz no prolongamento

Futsal 22-06-2022 23:36
Por Eduardo Pedrosa Marques

O Sporting deu um passo de gigante rumo à conquista do título, depois de vencer o Benfica, por 4-3, após prolongamento, no jogo 2 da final do play-off do campeonato nacional de futsal.

 

Em mais um dérbi de qualidade à escala planetária, o Benfica chegou ao intervalo com uma vantagem de dois golos, fruto dos tentos apontados por Arthur e Tayebi, mas os leões entraram para a etapa complementar dispostos a inverter o rumo dos acontecimentos e conseguiram-no. Em apenas dois minutos, os leões apontaram... três golos: Tomás Paçó, Pany Varela e Pauleta colocaram o Sporting na frente.

 

A cerca de três minutos do fim, os encarnados beneficiaram de um desvio infeliz de Erick Mendonça para a sua própria baliza e conseguiram chegar ao empate que levaria o jogo para prolongamento.

 

No tempo extra, Pauleta voltou a fazer o gosto ao pé e ofereceu, literalmente, a vitória ao emblema verde e branco.

 

Desta forma, o Sporting fica a apenas um triunfo de conquistar o título nacional, desiderato que pode alcançar já no próximo sábado (21 horas), quando as duas equipas voltarem a medir forças, desta feita no Pavilhão João Rocha, no jogo 3 da final do play-off.

 

Recorde o filme do jogo:

 

Final da partida! Benfica 3 Sporting 4.

 

50 minutos: Mais um remate de meia distância de Bruno Cintra e nova defesa de grande nível de Guitta.

 

49 minutos: Remate de longe de Bruno Cintra para uma defesa atenta de Guitta.

 

48 minutos: Cartão amarelo a Bruno Cintra.

 

48 minutos: Terceira falta cometida pelo Benfica.

 

47 minutos: O Benfica passa a jogar em 5x4, com Ivan Chishkala a assumir as funções de guarda-redes avançado. Faltam 3 minutos e 15 segundos para o final do prolongamento.

 

47 minutos: Excelente combinação entre Rocha e Rômulo, com o internacional russo a rematar forte, mas ao lado do poste esquerdo da baliza de Guitta.

 

Início da segunda parte do prolongamento!

 

Intervalo do prolongamento! Benfica 3 Sporting 4.

 

45 minutos: Diego Cavinato, no centro da área, desvia para a baliza, mas André Sousa, com uma enorme defesa, impede mais um golo aos leões.

 

45 minutos: Golo do Sporting! Passe de Zicky Té e remate de Pauleta, de primeira, com o pé esquerdo, para o 3-4.

 

44 minutos: Assistência de Fernando Cardinal e Pauleta, em zona frontal, rematou de primeira por cima da barra da baliza de André Sousa.

 

41 minutos: Outra vez Rocha a tentar o golo, sendo que o remate, desta feita, saiu a rasar o poste esquerdo da baliza leonina.

 

41 minutos: Rocha, depois de uma excelente arrancada, remata forte, de pé esquerdo, com a bola a bater com estrondo no poste direito da baliza de Guitta.

 

Início do prolongamento!

 

Final do tempo regulamentar! Benfica 3 Sporting 3. Vai haver prolongamento no jogo 2 da final do play-off do campeonato nacional.

 

40 minutos: Remate cruzado de Tayebi e excelente defesa de Guitta.

 

39 minutos: Zicky Té, mesmo perante a oposição de Rômulo, consegue o remate à baliza, mas a bola acabou por ser desviada pelo internacional russo do Benfica, e saiu para canto.

 

38 minutos: Ivan Chishkala, de longe, remata ligeiramente ao lado do poste esquerdo da baliza de Guitta.

 

37 minutos: Golo do Benfica! Cruzamento da direita de Rocha e Erick Mendonça, no centro da área, desvia de forma infeliz para a sua própria baliza. 3-3.

 

36 minutos: Mais um remate pleno de força e colocação de Arthur, de meia distância, com Guitta a voltar a impedir o golo do empate.

 

35 minutos: Contra-ataque conduzido por Carlos Monteiro, que remata para defesa de Guitta com os pés.

 

35 minutos: Remate fortíssimo de Arthur, do meio da rua, com Guitta a voar autenticamente para negar o golo ao seu compatriota.

 

34 minutos: Desconto de tempo solicitado por Nuno Dias, treinador do Sporting.

 

34 minutos: Pany Varela, depois de uma excelente iniciativa individual, rematou para boa defesa de André Sousa.

 

34 minutos: Quarta falta cometida pelo Sporting.

 

33 minutos: Passe de Afonso Jesus e Bruno Cintra, à boca da baliza, desvia de forma subtil com a bola a sair a rasar o poste direito.

 

33 minutos: Bruno Cintra, do meio da rua, rematou forte e colocado, mas Guitta voou para impedir o golo do empate aos encarnados.

 

32 minutos: Remate de Rocha para defesa apertada de Guitta.

 

31 minutos: Desconto de tempo solicitado por Pulpis, treinador do Benfica.

 

31 minutos: Golo do Sporting! Assistência de Zicky Té e Pauleta, na cara de André Sousa, remata de primeira para o 2-3.

 

30 minutos: Golo do Sporting! Perda de bola de Rafael Henmi no início da fase de construção e Pany Varela, ainda de fora da área, remata rasteiro e colocado para o 2-2.

 

29 minutos: Golo do Sporting! Canto da esquerda de Pany Varela e Tomás Paçó, no centro da área, desvia para o 2-1.

 

28 minutos: Segunda falta cometida pelo Benfica.

 

26 minutos: Cartão amarelo a Esteban Guerrero.

 

26 minutos: Terceira falta cometida pelo Sporting.

 

26 minutos: Primeira falta cometida pelo Benfica.

 

26 minutos: Cartão amarelo a Fernando Cardinal e a Afonso Jesus.

 

25 minutos: Segunda falta cometida pelo Sporting.

 

23 minutos: Remate forte de Tomás Paçó para excelente intervenção de André Sousa.

 

23 minutos: Assistência de Pauleta e remate enrolado de Tomás Paçó para defesa fácil de André Sousa.

 

23 minutos: Primeira falta cometida pelo Sporting.

 

22 minutos: Passe de Diego Cavinato e remate de Esteban Guerrero para mais uma defesa de André Sousa.

 

22 minutos: Cartão amarelo a Pulpis, treinador do Benfica.

 

22 minutos: Pany Varela, descaído para o flanco direito, remata de forma potente, mas encontra pela frente um inspirado André Sousa.

 

21 minutos: Remate de longe de Guitta, por cima da barra da baliza de André Sousa.

 

Início da segunda parte!

 

Vantagem justa dos encarnados no final dos primeiros 20 minutos. Depois de uns instantes iniciais mais equilibrados, o Benfica tomou as rédeas do jogo e passou a ser a equipa com sinal mais no ataque. Não foi, por isso, de estranhar que o marcador ficasse pintado de vermelho e branco, com Arthur, aos 7 minutos, a ser feliz no remate de meia distância, num lance em que ficou a sensação de que Guitta poderia ter feito melhor...

 

A partir desse momento, o dérbi abriu definitivamente e as ocasiões de golo sucederam-se em ambas as balizas, com os dois guarda-redes a somarem intervenções de grande nível. Até que, aos 16 minutos, e depois de mais uma bela defesa de Guitta, a bola, que entretanto ressaltara em Pauleta, acabou por chegar aos pés de Tayebi. O internacional iraniano, com a baliza completamente escancarada, só teve de encostar para o 2-0.

 

No entanto, e como é sabido, uma vantagem de dois golos no futsal é totalmente passível de ser anulada e, como tal, é de todo expectável que o Sporting acentue ainda mais a pressão na segunda parte para tentar inverter o rumo dos acontecimentos. Até porque, refira-se, uma eventual vitória esta noite deixará os leões com uma mão no título. Ao invés, o Benfica sabe que tem que derrotar o eterno rival para empatar a eliminatória e não desperdiçar o fator casa.

 

Intervalo! Benfica 2 Sporting 0.

 

20 minutos: Quarta falta cometida pelo Benfica.

 

19 minutos: Desconto de tempo solicitado por Nuno Dias, treinador do Sporting.

 

19 minutos: Remate cruzado de Alex Merlim, ao lado do poste esquerdo da baliza de André Sousa.

 

18 minutos: Grande lance de Rocha que, de calcanhar, quase marca. Valeu ao Sporting o corte de Diego Cavinato, em cima da linha, isto quando Guitta já estava completamente fora do lance.

 

18 minutos: Terceira falta cometida pelo Benfica.

 

17 minutos: Em contra-ataque, e após assistência de Ivan Chishkala, Afonso Jesus remata à barra da baliza de Guitta.

 

16 minutos: Golo do Benfica! Remate de Arthur para defesa de Guitta, a bola ressalta em Pauleta e sobra para Tayebi que, com a baliza aberta, só teve que encostar para o 2-0.

 

16 minutos: Canto de Pany Varela e remate de Erick Mendonça para mais uma excelente defesa de André Sousa. Na recarga, foi a vez de Pauleta tentar a sua sorte, na cara do guarda-redes encarnado, mas o internacional português voou autenticamente para a bola e manteve a sua baliza inviolada.

 

16 minutos: Remate colocado de Pauleta e André Sousa, com mais uma defesa sensacional, volta a negar o empate aos leões.

 

15 minutos: Pany Varela, depois de tirar Ivan Chishkala do caminho, remata para uma excelente intervenção de André Sousa.

 

15 minutos: Desconto de tempo solicitado por Pulpis, treinador do Benfica.

 

13 minutos: Segunda falta cometida pelo Benfica.

 

12 minutos: Remate frontal de Rafael Henmi, ao lado.

 

11 minutos: Arthur, depois de uma cavalgada de vários metros junto à linha lateral, remata cruzado para defesa de Guitta para canto.

 

11 minutos: Bomba de Rômulo, do meio da rua, e grande defesa de Guitta.

 

10 minutos: Perda de bola de Rocha em zona proibida e Diego Cavinato remata ao lado da baliza de André Sousa.

 

9 minutos: Cartão amarelo a Rocha.

 

9 minutos: Cartão amarelo a Diego Cavinato.

 

9 minutos: Quarta falta cometida pelo Sporting.

 

9 minutos: Zicky Té, à entrada da área, remata em arco, ao poste direito da baliza de André Sousa.

 

8 minutos: Mais um remate de longe, desta feita de Ivan Chishkala, com Guitta a voar para impedir o golo do número 11 encarnado.

 

8 minutos: Grande passe de Rocha e Bruno Cintra, na cara de Guitta, remata para grande defesa do guarda-redes leonino.

 

7 minutos: Remate de primeira de Diego Cavinato, de longe, com a bola a passar perto do poste esquerdo da baliza de André Sousa.

 

7 minutos: Golo do Benfica! Arthur, de meia distância, remata forte, de pé esquerdo, para o 1-0.

 

6 minutos: Remate cruzado de Arthur, ao lado do poste direito da baliza defendida por Guitta.

 

6 minutos: Terceira falta cometida pelo Sporting.

 

A partida está há alguns minutos interrompida para ser prestada assistência a Nílson. O número 9 das águias está com problemas no joelho direito.7

 

5 minutos: Segunda falta cometida pelo Sporting.

 

5 minutos: Primeira falta cometida pelo Benfica.

 

2 minutos: Primeira falta cometida pelo Sporting.

 

2 minutos: Passe longo de Guitta e Esteban Guerrero, já dentro da área, ligeiramente descaído para o flanco direito, remata de pé esquerdo às malhas laterais da baliza defendida por André Sousa.

 

Início da partida!

 

Sporting (cinco inicial): Guitta, Tomás Paçó, João Matos C, Diego Cavinato e Alex Merlim

Suplentes: Gonçalo Portugal, Izaquiel Té, Fernando Cardinal, Erick Mendonça, Pauleta, Pany Varela e Esteban Guerrero

Treinador: Nuno Dias

 

Benfica (cinco inicial): André Sousa, Rômulo, Afonso Jesus, Nílson e Ivan Chishkala

Suplentes: Martim Figueira, Silvestre Ferreira, Arthur, Rafael Henmi C, Tayebi, Bruno Cintra, Carlos Monteiro e Rocha 

Treinador: Pulpis

 

Árbitros: Eduardo Coelho (AF Aveiro) e Pedro Costa (AF Coimbra)

 

Já há equipas!

 

«Vamos ter as mesmas dificuldades do costume, agregadas a uma época desgastante e com muitos jogos em cima. Apesar disso, tanto nós como o Benfica preparámo-nos para essas contrariedades e para essas dificuldades. Vai ser um jogo duro, difícil e equilibrado, tal como, de resto, são todos, e, certamente, com um resultado incerto. Preparámo-nos o melhor possível para trazer mais esta vitória e elevar para 2-0 esta eliminatória», salientou Nuno Dias, treinador do Sporting.

 

«Para sermos campeões teremos de ganhar os jogos na Luz e um em Alvalade. Vamos olhar para o jogo desta quarta-feira da mesma forma, ou seja, para vencer. Nesta altura é muito difícil mudar muitas coisas. O que podemos fazer é ajustar alguns detalhes. É certo que não podemos contar com o Jacaré e isso pode obrigar a ajustar a equipa que vai a jogo, devido aos estrangeiros e aos jogadores formados localmente. Além disso, e no plano tático, é muito difícil alterar muitas coisas de um jogo para o outro», analisou Pulpis, treinador do Benfica, na antevisão ao encontro desta noite.

 

Diogo Roncaglio, Robinho e Jacaré (castigado) são os ausentes nas escolhas de Pulpis, treinador do Benfica. Já do lado do Sporting, Nuno Dias deixou de Bernardo Paçó, Caio Ruiz, Waltinho e Miguel Ângelo.

 

Será o sétimo dérbi da presente temporada, sendo que, até ao momento, o Sporting leva larga vantagem: cinco vitórias para os leões, apenas uma para as águias. O emblema leonino venceu na primeira volta da fase regular do campeonato (5-2, no dia 21 de novembro de 2021), na final da Supertaça (7-2, no dia 29 de dezembro de 2021), na final da Taça da Liga (5-2, no dia 27 de fevereiro de 2022), na final da Taça de Portugal (4-3, no dia 21 de maio de 2022) e no jogo 1 da final do play-off (5-4, após prolongamento, no passado dia 18 deste mês). O único triunfo dos encarnados surgiu no jogo da segunda volta da fase regular do campeonato (3-2, no dia 19 de abril de 2022).

 

Os leões chegam a esta encontro em vantagem na eliminatória, depois de terem vencido o jogo 1 (5-4, após prolongamento), numa partida realizada no passado sábado, no Pavilhão João Rocha. Esteban Guerrero, Erick Mendonça, João Matos, Diego Cavinato e Pany Varela foram os autores dos golos do emblema verde e branco, ao passo que para os encarnados marcaram Rocha, Ivan Chishkala, Jacaré e Tayebi.

 

Benfica e Sporting entram em campo esta quarta-feira (21 horas), no Pavilhão da Luz, em Lisboa, para disputarem o jogo 2 da final do play-off do campeonato nacional de futsal. E independentemente das escolhas de Pulpis e de Nuno Dias, A BOLA online pode garantir-lhe a titularidade neste encontro, caro leitor. Venha daí para a quadra...

 

Boa noite!

Ler Mais
Comentários (130)

Últimas Notícias

Mundos