Boavista campeão de Pool PT também da 2.ª divisão

Bilhar 22.06.2022 17:28
Por António Barroso

Uma semana após ter conquistado o título de campeão nacional de Pool Português (PT) de 2021/22, já no corrente mês de junho com a sua principal equipa, o Boavista conquistou também, com outra formação, o título nacional da 2.ª divisão, concluídas as Fases Finais do escalão, organizadas pela Federação Portuguesa de Bilhar (FPB) também nas Termas do Bicanho, em Soure.


Os axadrezados terminaram as sete jornadas invictos, somando quatro vitórias e sete empates, conseguindo 15 pontos. Mais dois do que os 13 pontos do segundo classificado, a AD Bilharsinde, também invicta, com três vitórias e quatro empates. O terceiro lugar foi para os lisboetas do Inferno da Bica, com 10 pontos (3 vitórias, 1 empate, 3 derrotas).


A equipa do Bessa, capitaneada por Bruno Araújo, e composta por Ricardo Ferreira, Jorge Rocha, Ricardo Mota, Tiago Dias, Tiago Marques e Alexandre Teixeira - aos quais se junta ainda Luís Costa, que participou nas primeiras fases da prova – mostrou ao que vinha com três triunfos logo de entrada: 9-2 ante o SC Braga, 9-5 ao Inferno da Bica e 9-3 ante o CADE (Entroncamento).


Nas quatro rondas finais, três empates 8-8 – diante de Monumental Academy (Coimbra), Clube de Bilhar de Águeda e AD Bilharsinde, respetivamente e por esta ordem – e um triunfo tangencial sobre os também portuenses do Clube de Bilhar de Campanhã (9-7) chegaram para a ‘dobradinha’ por equipas do Boavista na 2.ª Divisão, depois da 1.ª divisão, nos dias 11 e 12 do corrente mês, em Soure.


Clube de Bilhar Netinhos campeão da 3.ª divisão


Também nas Termas do Bicanho decorreu o Campeonato Nacional de Pool PT por Equipas da 3.ª divisão, com o título a acabar por sorrir à formação de São Mamede de Infesta, do Clube de Bilhar Netinhos: seis vitórias e uma derrota nas sete jornadas da fase final, e 18 pontos averbados.


A equipa capitaneada por Raúl Casabranca, e composta ainda por Manuel Santos, Alberto Costa, Aurélio Pereira, José Paulo Nunes, Renato Queirós, Rui Conceição e Carlos Santos, apenas sucumbiu, na última ronda, ante a equipa de Ermesinde do Paparugui (3-9), e quando já era virtual campeã.


Isto porque, nas seis rondas anteriores, os nortenhos levaram de vencida, sucessivamente e por esta ordem, Juventude da Gaula (9-1), Pool Avenida (9-7), Inferno da Bica (9-7), Cabeça Gorda (9-6), Lixa (9-7) e União de Coimbra (9-5).


O Paparugui terminou em segundo lugar, com 16 pontos, e o União de Coimbra foi terceiro, com 15 pontos, no correr do pano das provas coletivas e Pool PT – a variante do bilhar com mais praticantes federados em Portugal, em mesas de dimensões mais reduzidas – nas Termas do Bicanho, em Soure.

Ler Mais
Comentários (0)

Últimas Notícias