«Se o Nadal não se queixa não vou ser eu a fazê-lo»

Valência 06.06.2022 18:12
Por Redação

José Bordalás concedeu, esta segunda-feira, uma conferência de imprensa para se despedir do Valência. O treinador espanhol, de 58 anos, deixa a equipa de Thierry Correia e Gonçalo Guedes após uma temporada em que conseguiu levar o Valência à final da Taça do Rei, acabando por perder para o Bétis.


No Mestalla, Bordalás será substituído por Gennaro Gattuso mas deixou a garantia de que não abandona o clube com qualquer mágoa ou ressentimento.


«A minha consciência está tranquila. Cometi erros, podia ter feito melhor, mas tento errar o menos possível. Depois é o clube que tem de se decidir se está satisfeito com o meu trabalho ou não e eu tenho de aceitar essa decisão. Não vou criticar ninguém, não quero entrar em conflito, sou respeitador e toda a gente se portou comigo de forma exemplar. Só tenho a agradecer ter tido a possibilidade de treinar um clube como o Valência, apesar do momento menos bom. Mas se o Rafa Nadal não se queixa de nada, também não vou ser eu a fazê-lo», questionou o técnico, realçando a vitória do tenista espanhol em Roland Garros apesar da crónica lesão no pé.

Ler Mais
Comentários (0)

Últimas Notícias