«Enquanto fomos um grupo estávamos em primeiro...»

Benfica 13-05-2022 18:10
Por Redação

António Oliveira, treinador do Benfica B, deixou, após o triunfo (3-2) no clássico frente ao FC Porto B, bastantes críticas à gestão que foi feita da equipa B das águias ao longo da temporada.

 

«Há que valorizar o que esta equipa fez. Não sabemos se vamos terminar em quarto ou quinto, se for quarto será a melhor classificação de sempre, batendo o número de vitórias, de golos marcados, fomos a melhor equipa a jogar fora… Eu vendi o sonho de ganhar este campeonato aos jogadores mas, há dois meses, percebi que seria muito difícil alcançá-lo, visto que a prioridade do Benfica passava pelos sub-19, pela Youth League e pela equipa A», disse ao Porto Canal, prosseguindo.

 

«Deixámos de ser um grupo. Enquanto o fomos, houve estabilidade e estávamos em primeiro, eu acreditei sempre que isso seria possível dentro dessa estabilidade que não nos foi proporcionada porque, para o Benfica, os objetivos da equipa B estavam concluídos. Vim num momento difícil, e, mesmo num contexto complicado, cumpri a minha missão. Pus os interesses do Benfica à minha frente mas agora vou retomar a carreira e continuar o meu caminho. Onde? Em breve vai saber-se, seja em Portugal ou lá fora, onde deixei mercado.»

 

O treinador das águias pediu ainda para também lhe ser atribuído mérito pela recente conquista da Youth Legaue: «Muitas vezes quase nos reunimos na véspera para jogar no fim-de-semana. 60 por cento destes jogadores também foram responsáveis pela conquista da Youth League, que foi responsabilidade de um conjunto de treinadores, não foi a vitória de uma pessoa só e eu quero esse reconhecimento», concluiu.

 

António Oliveira foi o substituto de Nélson Veríssimo no conjunto secundário dos encarnados, somando sete vitórias, três empates e oito derrotas em 18 jogos na Liga 2.

Ler Mais
Comentários (55)

Últimas Notícias