Platini volta a apresentar queixa contra Infantino

Internacional 05-04-2022 19:16
Por Redação

Michel Platini, antigo presidente da UEFA, divulgou, esta terça-feira, através de comunicado, que voltou a apresentar uma queixa, em França, por tráfico de influência contra Gianni Infantino, atual presidente da FIFA, a quem acusa de estar envolvido no seu afastamento da presidência do referido organismo. A primeira queixa acabou arquivada por prescrição.  

O francês pede ao Ministério Público que, além de Infantino, também interrogue Marco Villiger, ex-diretor de serviços jurídicos da FIFA, Ricardo Arnold, o primeiro promotor do tribunal de Alto Valais,  Oliver Thormann, ex-procurador dos Estados Unidos, André Marty, ex-chefe do Ministério Público da Confederação e Michael Lauber, ex-Procurador-Geral suíço.

Recorde-se que Platini foi suspenso por seis anos de todas as atividades relacionadas com o futebol, pena que foi reduzida para quatro pelo Tribunal Arbitral do Desporto (TAS). A sanção terminou em 2019, mas impediu Platini de concorrer à presidência da FIFA em 2016, o que deixou caminho aberto a Infantino.

Ler Mais
Comentários (3)

Últimas Notícias