Sereno Xintong bate Brecel (10-5) e conquista o UK Championship

Snooker 05-12-2021 21:09
Por António Barroso

O jovem (24 anos) chinês Zhao Xintong, 16.º do ‘ranking’ (vai subir ao nono lugar já na atualização de segunda-feira, dia 6) conquistou na noite deste domingo o UK Championship, prova da época 2021/22 da World Snooker que neste dia terminou em York (Inglaterra), ao vencer na final o belga Luca Brecel, de 26 anos, 18.º da hierarquia, por 10-5.

 

Zhao, que já impressionara ao eliminar o tetracampeão mundial escocês John Higgins (6-5) superiorizou-se na sessão da tarde (5-3) e assente no jogo ofensivo longo brilhante, concretizou ascendente para o seu primeiro título em provas de ‘ranking’ – e logo em prova da ‘Triple Crown’ (Tripla Coroa, ‘UK’ Masters e Campeonato do Mundo) – na sessão noturna de um surreal torneio no Barbican Centre, em que todo o ‘top 10’ mundial foi varrido da competição, com sucessivas surpresas, até ao duelo decisivo neste domingo, em que Ronnie O’Sullivan completou 46 anos e teve a bolo (um par de ténis azuis, o formato) em direto, enquanto comentava a final.

 

É o primeiro título de Zhao em provas de ‘ranking’ e logo na sua primeira final em cinco anos no ‘main tour (desde 2016): o melhor de Xintong, até aqui, tinha sido chegar às meias-finais do China Championship de 218, que perdeu ante Mark Selby (4-6). O mesmo China Championship que Luca Brecel conquistara em 2017, a par da Championship League em 2020, os dois títulos que o belga já ganhou na sua carreira de uma década no circuito (desde 2011).

 

Zhao Xintong, cuja serenidade e classe ficam na retina para memória futura e aviso à concorrência, sucede ao australiano Neil Robertson, campeão do torneio em 2020 (10-9 a Judd Trump na final), tendo o ‘UK’ distribuído um total de £1,009 M (€1,185 M) de prémios, das quais £200 mil (€235 mil) ao chinês, como campeão – com direito já a participar na próxima Champion of Champions - e £80 mil (€94 mil) ao ‘vice’, Luca Brecel.

 

Open da Escócia já segunda-feira… em Gales: ases sem pausa

 

A próxima prova do calendário da época 2021/22 da World Snooker é o Open da Escócia, também a pontuar para o ‘ranking’ e começa já segunda-feira, dia 6 do corrente mês, e acaba domingo (dia 12) no Venue Cymru, em Llandudno, País de Gales, devido à Covid-19.

 

O Open da Escócia distribui 405 mil libras (476 mil euros) de prémios, das quais £70 mil (€82 mil) ao campeão e também é transmitido para Portugal (EuroSport). O inglês Mark Selby, número um da hierarquia e tetracampeão mundial (2014, 2016, 2017 e 2021) defende o título ganho no Scottish Open em 2020 (9-3 a Ronnie O’Sullivan na final).

 

O tricampeão mundial (2000, 2003 e 2018) galês Mark Williams, de 46 anos, estará à mesa logo a jogar ‘em casa’ o Open da Escócia às 10 horas, com o inglês Ben Woollaston, na 1.ª ronda, tal como o nono da hierarquia e semifinalista do UK Championship, Barry Hawkins, frente ao chinês Pang Junxu.

 

Jogos mais importantes da ronda, há Mark Selby: começa defesa do título às 13 horas, ante o compatriota inglês Sean Maddocks. Logo após, há Ronnie O’Sullivan, frente ao galês Dominic Dale (14 horas).

 

Na sessão noturna (19 horas), o inglês Shaun Murphy numa ‘guerra dos sexos’ frente a Ng On Yee (Hong Kong) prende atenções, tal como Judd Trump ante o experiente compatriota Robert Milkins e Kyren Wilson a medir forças com Andy Hicks. Uma hora mais tarde (20 horas) estreiam-se à mesa o escocês John Higgins (ante Alfie Burden) e o australiano Neil Robertson, frente a Ben Hancorn.

 

Até aos oitavos de final, os jogos são à melhor de 7 ‘frames’ (até um vencer quatro, de 4-0 a possíveis 4-3), os ‘quartos’ são à melhor de nove parciais (até um vencer 5, de 5-0 a possíveis 5-4), as meias-finais jogadas à melhor de 11 ‘frames’ (até um vencer 6, de 6-0 a possíveis 6-5) e a final à melhor de 17 partidas: é campeão do Scottish Open o primeiro a ganhar nove (de 9-0 a possíveis 9-8).

 

Final do UK Championship, este domingo (campeão a negro):

Luca Brecel- Zhao Xintong, 5-10

Ler Mais
Comentários (1)

Últimas Notícias