ATP não se une ao WTA no cancelamento de torneios na China

Ténis 02-12-2021 20:37
Por Redação

O presidente da Associação de Tenistas Profissionais (ATP), Andrea Gaudenzi, evitou pronunciar-se sobre o possível cancelamento dos torneios na China, algo que a Associação de Ténis Feminino (WTA) já anunciou, devido ao caso do desaparecimento da tenista chinesa Peng Shuai.

 

«A situação envolvendo Peng Shuai continua a suscitar sérias preocupações dentro e fora do nosso desporto. A resposta a essas preocupações tem sido, até agora, insuficiente. Apelamos novamente a uma linha de comunicação direta entre a jogadora e a WTA, a fim de estabelecer uma imagem mais clara da situação. Sabemos que o desporto pode ter uma influência positiva na sociedade e acreditamos que ter uma presença global nos dá a melhor hipótese de criar oportunidades e de ter impacto. Continuaremos a consultar os nossos membros e a acompanhar os desenvolvimentos deste tema», expressou, em comunicado.

 

Recorde-se que depois da WTA suspender os torneios na China, na sequência do caso de Peng Shuai, que acusou, em novembro, um ex-membro do governo chinês de abuso sexual, tendo depois desaparecido, o Comité Olímpico Internacional informou que falou com a tenista chinesa durante cerca de meia hora e esta disse estar «bem e em segurança».

Ler Mais
Comentários (1)

Últimas Notícias