Alexandra Cunha garante 'meias' e medalha nos Europeus de Pool

Bilhar 02-12-2021 17:12
Por António Barroso

A portuguesa Alexandra Cunha, de 47 anos, natural de Lisboa mas emigrada desde 2012 em Norwich e com dupla nacionalidade (portuguesa e inglesa) garantiu na tarde desta quinta-feira uma medalha nos Campeonatos Europeus de Pool de Seniores (jogadoras com mais de 40 anos), a decorrerem em Treviso (Itália), na disciplina de ‘Bola 10’, ao vencer a sueca Ann-Sofie Lofgren nos quartos de final por 5-1.

 

Na competição, em que Alexandra, natural de Lisboa e com a família no Algueirão (Sintra), compete sob a bandeira do Reino Unido, a anglo-portuguesa começou por perder (4-5) com a finlandesa Tuuliina Panula. Mas vitórias sobre a italiana Cristina Moscetti (5-4) e a francesa Karine Bendavid (5-1) permitiram à instrutora de condução há nove anos emigrada em Inglaterra atingir os ‘quartos’, pelas repescagens, e agora às últimas quatro sobreviventes em prova.

 

A vitória nos quartos de final e presença nos ‘quartos’ assegura de imediato medalha: não há jogo de 3.º e 4.º lugares, os semifinalistas arrecadam, no mínimo, bronze, caso sejam vencidos nas meias-finais, onde Alexandra Cunha, antiga campeã nacional de pool por FC Porto, Sporting e Benfica, irá defrontar, já de seguida e ainda neste dia, a alemã Susanne Wessel (17.30 horas locais, menos uma em Portugal continental).

 

Na outra meia-final da prova, digladiam-se a sueca Ulrika Andersson e a germânica Karin Michl. Em caso de vitória, a final ainda é esta quinta-feira, em Treviso (21 horas locais, menos uma em Lisboa).

 

Alexandra está também ainda na luta por outro dos três concursos individuais femininos nas disciplinas nos Europeus de Pool, dos quais apenas dois ainda se iniciaram (falta a ‘Bola 9’).

 

Na ‘Bola 8’, a mais popular disciplina do pool em Portugal, e que consiste em embolsar um grupo de sete bolas numeradas (da 1 à 7, ou da 9 à 15) e a preta, com o número 8 por último, a anglo-portuguesa - tem os dois passaportes e só não compete por Portugal por dificuldades logísticas de se deslocar assiduamente ao nosso país para competir - venceu a francesa Nathalie Rohmer por 5-2, perdeu por 2-5 com a italiana Cristina Moscetti e joga sexta-feira (9 horas locais, menos uma em Portugal continental) a continuidade em prova contra… a mesma alemã que agora defronta: Susanne Wessel.

Ler Mais
Comentários (0)

Últimas Notícias