«Portugal está a cair a pique»

Polónia 29-11-2021 14:52
Por Redação

Marek Kozminski, vice-presidente da Federação Polaca de Futebol, assumiu em entrevista ao Tutto Mercato que não acredita no apuramento de Portugal frente à Itália para o Mundial de 2022. Em declarações relativas à atualidade do mundo desportivo, o ex-jogador e atual dirigente assume que a seleção polaca está focada em conseguir o passaporte para o Catar, mas considera que a equipa das quinas está em fase descendente de rendimento, o que lhe poderá custar um lugar na máxima competição de seleções.

 

«Vamos defrontar a Rússia, uma equipa do nosso nível e vai ser um jogo equilibrado. A Itália, com alguma dificuldade, penso que também vai apurar-se. Vejo que Portugal está a cair a pique, são muito dependentes de Ronaldo e ele também tem sido menos incisivo. Se um jogador com essa idade joga tantos jogos é normal que haja uma redução de forma», atirou o dirigente do futebol polaco. Refira-se que Portugal e Itália foram sorteados no mesmo grupo de apuramento para o Mundial, mas apenas se irão defrontar caso ambas ultrapassem, respetivamente, as seleções da Turquia e da Macedónia do Norte, nos primeiros jogos do apuramento.

 

Em vésperas da atribuição da Bola de Ouro, Marek Kozminski assume ainda não ter dúvidas quanto a quem merece vencer a edição deste ano, considerando que «o vencedor é óbvio», apesar da incerteza quanto ao jogador que irá, de facto, levar a melhor no prémio FIFA.

 

«Há uma diferença entre merecer e vencer. Hoje temos Ronaldo, Messi, Neymar, Mbappé…são jogadores com maior nível de marketing internacional. Mas Lewandowski merece a Bola de Ouro. Messi é um jogador fantástico, mas vamos falar sobre o que ele conseguiu em 2021: no clube ele não fez muito. O que pesa é a seleção, porque pela primeira vez ele conseguiu um título. Mas ele está em pé de igualdade com Lewandowski, por isso é uma questão de gosto pessoal», atirou Marek Kozminski.

 

O vice-dirigente do futebol da Polónia abordou ainda uma possível vitória de Jorginho na corrida à Bola de Ouro, uma vez que o jogador venceu o Euro 2020 e a Liga dos Campeões, ao longo da última época.

 

«Seria uma escolha corajosa, porque, se formos ver, ele ganhou com o Chelsea e com a Itália. Eu votaria no Lewandowski, mas se ele não ganhar, juntava o nome de Messi, Jorginho e Mbappé à lista de potenciais vencedores», afirmou Kozminski.

Ler Mais
Comentários (2)

Últimas Notícias