Arrebatador Vafaei abate Selby no ‘UK’ (6-2)

Snooker 28-11-2021 23:39
Por António Barroso

O iraniano Hossein Vafaei, de 27 anos, 60.º do ‘ranking’, protagonizou na noite deste domingo mais uma enorme surpresa no UK Championship, prova da época 2021/22 da World Snooker a decorrer desde dia 23 do corrente e até 5 de dezembro em York (Inglaterra), ao vencer, em jogo da 2.ª ronda do torneio, o N.º 1 e campeão mundial (tetracampeão, aliás, em 2014, 2016, 2017 e 2021), o inglês Mark Selby, de 38 anos, duas vezes vencedor do evento (2012 e 2016), por categóricos 6-2, após ter chegado a 5-0.

 

Uma exibição autoritária do ‘Príncipe da Pérsia’ – centenária (‘break’) de 105 pontos a abrir, a que juntou outras entradas de 69, 55 e 56 pontos para chegar a estonteantes 5-0 -, a demonstrar a razão de já ter brindado Ronnie O’Sullivan com inapelável 5-0 nas qualificações para o German Masters, e quão falsa pode ser a posição indicativa de um jogador no ‘ranking’: não é todos os dias nem em todos os desportos que o 60.º se impõe ao número um…

 

Fantástico o oitavo ‘frame’, com Selby, em snooker (branca escondida) a conseguir, com felicidade, embolsar a última vermelha na mesa com o auxílio de três tabelas antes de atingir a bola, mas a ver os deuses cobrarem na bola preta (após falhar a rosa), que introduziu no buraco… tal como o branca, forçando o desempate em pontos no parcial numa ‘respotted black’: preta voltou ao seu ponto, quem embolsasse vencia, ou 3-5 ou o 6-2. E foi mesmo o fim do jogo com um ‘chouriço’ de Vafaei: a preta entrou no buraco do meio quando só procurava defender, quase sem ângulo, e a vitória. Merecidíssima.

 

Mais drama era impossível a consumar a segunda vitória do ‘Príncipe da Pérsia’ sobre Mark Selby em seis encontros: a sorte que protege os campeões, desta vez, esteve com o asiático, que com exibições deste altíssimo calibre depressa chegará ao ‘top 16’.

 

Depois do inglês Shaun Murphy, do escocês Stephen Hendry e do campeão de 2020, o australiano Neil Robertson, foi a vez de Mark ‘The Shark’ Selby cair no Barbican Centre, em York, ainda nas duas primeiras rondas de uma prova que se iniciou com 128 jogadores e na qual sobrevivem agora apenas 32, para os 16avos de final.

 

A desiludir neste dia de domingo um tricampeão do ‘UK’: o chinês Ding Junhui, de 34 anos, que começou a semana em 10.º da tabela e já resvalou para 25.º após sair borda fora da prova - que conquistou em 2005, 2009 e 2019 -, às mãos do inglês Sam Craigie, de 27 anos, 46.º da hierarquia, que o venceu inapelavelmente (3-6).

 

Já o número dois mundial, Judd Trump, de 32 anos, qualificou-se este domingo para os 16avos de final.  Os 32 avos de final completaram-se este sábado com o vencedor, na pretérita semana, da Champion of Champions – prova que A BOLA TV transmitiu na íntegra em exclusivo para Portugal -, o ‘Ace in the Pack’ (Judd), (campeão mundial em 2019) a conseguir a vitória num jogo complicado: perdia por 2-3 mas quatro ‘frames’ de rajada permitiram-lhe vencer por 6-3 o compatriota Chris Wakelin, de 29 anos, 63.º da hierarquia. Segue-se no caminho de Trump o compatriota Matthew Selt, 36 anos, 30.º do ‘ranking’, terça-feira.

 

Também o tricampeão mundial galês (2000, 2003 e 2018), Mark Williams, de 46 anos, oitavo da hierarquia - e campeão do ‘UK’ em 1999 e 2002 – caiu na sessão noturna deste domingo, diante do ‘Xerife de Pottingham’, o inglês Anthony Hamilton, de 50 anos, 62.º da tabela mundial (natural de Nottingham), por 6-5. O ‘Welsh Potting Machine’, como Ding Junhui e Mark Selby, foi eliminado.

 

Ronnie e Higgins à tarde e Kyren na noite de segunda-feira

 

Segunda-feira traz o início dos 16avos de final no Barbican Centre, com os primeiros oito jogos da ronda - restantes oito duelos jogam-se terça-feira, dia 30 -, e logo com dois titãs às 13 horas: o ‘Rocket’ (Ronnie O’Sullivan) e ‘Wizard [feiticeiro] of Wishaw’ (John Higgins).

 

O inglês Ronnie O’Sullivan, de 45 anos, N.º 3 da hierarquia, hexacampeão mundial (2001, 2004, 2008, 2012, 2013 e 2020) e recordista de vitórias no ‘UK’ - sete, desde a primeira, em 1993, e depois em 1997, 2001, 2007, 2014, 2017 e 2018 - mede forças com o compatriota Mark King, de 47 anos, 35.º do ‘ranking’.

 

À mesma hora e numa das restantes três mesas, é o N.º 7 do mundo, o escocês John Higgins, de 46 anos, tetracampeão mundial (1998, 2007, 2009 e 2011) e três vezes campeão do ‘UK’ (1998, 2000 e 2010) a defrontar o chinês Zhao Xintong, de 24 anos, 26.º da hierarquia, noutro dos jogos de cartaz da sessão da tarde.

 

A sessão noturna (19 horas) de segunda-feira no Barbican Centre tem atrativo principal o N.º 5 mundial, o inglês Kyren Wilson, de 29 anos, frente ao jovem (18 anos) chinês Wu Yize, 84.º do ‘ranking’.

 

Uma das mais importantes e prestigiantes provas desta variante do bilhar e da temporada, o UK Championship pontua para o ‘ranking’ e joga-se até 5 de dezembro em York, sendo a primeira de três da ‘Triple Crown’ (Tripla Coroa, mais o Masters e o Mundial) da época.

 

O australiano Neil Robertson, campeão de 2020 e que defendia o seu título, já foi eliminado: 2-6 ante o inglês John J. Astley, também já fora de uma prova (4-6 ante Mark Joyce) que distribui £1,009 M (€1,2 M) de prémios, das quais £200 mil (€238 mil) ao campeão.

 

Até às meias-finais, o torneio, transmitido em direto para Portugal (EuroSport) é jogado à melhor de 11 ‘frames’: até um vencer seis (de 6-0 a possíveis 6-5). A final é jogada à melhor de 19 parciais e vencer o primeiro a ganhar dez: de 10-0 a possíveis 10-9.

 

Jogos deste domingo, 2.ª ronda do UK Championship (apurados a negro):

Li Hang-Ricky Walden, 3-6

Tian Pengfei-Stephen Maguire, 1-6

Martin Gould-Cao Yupeng, 3-6

Zhao Xintong-Thepchaiya Un-Nooh, 6-5

Ding Junhui-Sam Craigie, 3-6

Robert Milkins-Xiao Guodong, 2-6

Judd Trump-Chris Wakelin, 6-3

Peter Lines-Fan Zhengyi, 6-3

Hossein Vafaei-Mark Selby, 6-2

Stuart Carrington-Stuart Bingham, 2-6

Luca Brecel-Tom Ford, 6-5

Farakh Ajaib-Jordan Brown, 1-6

Jimmy Robertson-Graeme Dott, 2-6

Zhou Yuelong-Ashley Hugill, 6-2

Anthony Hamilton-Mark Williams, 6-5

Anthony McGill-David Grace, 6-4

 

16avos de final (hora local e de Portugal continental):

Mark King-Ronnie O'Sullivan (2.ª feira, 13 horas)

Barry Hawkins-Cao Yupeng

Andy Hicks -Dominic Dale

John Higgins-Zhao Xintong

Kyren Wilson-Wu Yize (2.ª feira, 19 horas)

Ben Woollaston-Liam Highfield

Noppon Saengkham-Stuart Bingham

Graeme Dott-Jack Lisowski

Anthony McGill-Zhou Yuelong (3.ª feira, 13 horas)

Judd Trump-Matthew Selt

David Gilbert-Mark Allen

Sam Craigie-Peter Lines

Mark Joyce-Jordan Brown (3.ª feira, 19 horas)

Ricky Walden-Anthony Hamilton

Luca Brecel-Stephen Maguire

Xiao Guodong-Hossein Vafaei

Ler Mais
Comentários (1)

Últimas Notícias