As novas medidas de combate à pandemia: estado de calamidade e semana de contenção após o final do ano

País 25-11-2021 17:40
Por Redação

O primeiro-ministro António Costa anunciou, esta quinta-feira, que o Governo vai declarar o estado de calamidade a partir de 1 de dezembro, de forma a poder implementar novas medidas para combater o aumento de casos de Covid-19.
 

Em conferência de imprensa após o Conselho de Ministros, António Costa anunciou também as novas medidas. A saber:
 

- Máscaras obrigatórias em todos os espaços fechados não excecionados pela DGS;

- certificado digital obrigatório no acesso a restaurantes, estabelecimentos turísticos, eventos com lugares marcados e ginásios;

- Testes obrigatórios nas visitas aos lares, a pacientes internados em estabelecimentos de saúde, grandes eventos sem lugares marcados ou em recintos improvisados e recintos desportivos, discotecas e bares;
 

- Testes negativos obrigatório para todos os voos que cheguem a Portugal, com coimas de 20 mil euros por cada passageiro que não tenha sido devidamente testado.

 

«Além destas medidas, o Conselho de Ministros entende que a sociedade portuguesa deve aprender com a experiência do ano passado e, se há coisa que todos temos de evitar, é voltar a ter um janeiro de 2022 aproximado ao trágico janeiro de 2021. Por isso, entre 2 e 9 de janeiro, teremos uma semana de contenção de contactos. Repõe-se nessa semana o teletrabalho obrigatório, interrompe-se a abertura de bares e discotecas, além de adiar cinco dias o reinício do segundo período escola, compensados dois dias na interrupção no Carnaval e três dias na Páscoa», anunciou ainda António Costa.

 

Ler Mais
Comentários (26)

Últimas Notícias

Mundos