Judd bate Higgins (10-4) e é o 'Campeão dos Campeões'!

Snooker 21-11-2021 22:26
Por António Barroso

O inglês Judd Trump, de 32 anos, número dois do ‘ranking’ e campeão mundial em 2019, conquistou na noite deste domingo a Champion of Champions, prova reservada à elite do snooker mundial e que A BOLA TV transmitiu em exclusivo para Portugal desde dia 15 do corrente mês, ao bater o escocês John Higgins, de 46 anos, sétimo da hierarquia e tetracampeão mundial (1998, 2007, 2009 e 2011), por 10-4, na final do torneio da época 2021/22 da World Snooker, em Bolton (Inglaterra).

 

É a primeira vitória do ‘Ace in the pack’ na prova, não pontuável para o ‘ranking’ – reservada aos vencedores de torneios nos últimos 12 meses, e por convite da World Snooker -, na sua terceira final, após os desaires nos duelos decisivos em 2014 (7-10 ante Ronnie O’Sullivan) e e 2019 (9-10 ante Neil Robertson).

 

Uma final sem entradas centenárias – com sete entradas de Trump de mais de 50 pontos a serem suficientes… - mas na qual Judd entrou muito mal e John muitíssimo bem: 0-3 ao fim do terceiro parcial favoráveis a Higgins (entrada de 73 pontos, que acabou por ser a sua melhor no encontro, no ‘frame’ inaugural) indicavam precisamente o inverso do que veio a suceder.

 

Com vitória em dez dos restantes 11 parciais (!) disputados – Trump concedeu ao escocês apenas o nono, último da primeira sessão, para Higgins encostar 4-5 a Judd e evitar pesado 3-6 para a decisão – Judd Trump ganhou todos os cinco ‘frames’ na sessão noturna, com nada a sair bem a um fatigado ‘Wizard [feiticeiro] de Wishaw’ (sua terra natal, na Escócia) e a final a decidir-se em cinco horas: três na primeira sessão, duas a segunda, com apenas mais um ‘frame’ jogador após o intervalo da última sessão.

 

Sem história esta sensacional final de um fantástico torneio de snooker que A BOLA TV levou em direto e exclusivo para Portugal e a todo o mundo lusófono, tamanha a supremacia de Judd, que cavou, imperial, a vantagem até reclamar, ao 14.º parcial, o cheque das £150 mil (€150 mil) e o troféu de campeão, com toda a justiça.

 

Inglório esforço de John Higgins, que amealhou os £60 mil (€70 mil) para o finalista vencido mas viu ainda não ser desta que, à terceira final seguida em torneios na época, levar um troféu e conquistar um título. O escocês perdeu as finais do Open da Irl. Norte para Mark Allen (8-9) e do Open de Inglaterra para Neil Robertson (8-9) em  jogos que liderava por 6-8. Muito duro para Higgins, campeão da ‘Champ of Champs’ em 2016 (10-7 ao ‘Rocket’).

 

UK Championship já na terça-feira, até 5 de dezembro

 

«Judd não tem tudo para ser um dos grandes: já é um dos grandes. É duro ir a três finais de rajada e perder, mas não perdi ante qualquer um: perdi para grandes campeões! A fadiga da meia-final com Yan Bingtao não é argumento algum. Judd foi demasiado bom para mim, e está tudo dito. Não capitalizei os seus erros. Não é uma grande sensação perder três finais seguidas, mas continuo esfomeado por títulos», disse o escocês, no final, «maravilhado com o público e o apoio dado durante toda a semana» em Bolton.

 

Já Judd Trump deixou uma vénia ao finalista vencido: «Cada jogo com ele entusiasma-me, é um desafio diferente. É sempre difícil vencer John Higgins Por isso é uma grande sensação conseguir mais este título para o meu currículo. Já não ganhava um torneio há algum tempo».

 

«Mesmo bem na frente do marcador, não me esqueço de estar a vencer John por 4-0 e até mais… e ele recuperar! É um jogador sensacional, qualquer embate é uma incógnita: Higgins é gigante! Agora, é aproveitar a embalagem para esta época», concluiu Judd, vencedor do torneio que A BOLA TV transmitiu na íntegra e em exclusivo para Portugal e o mundo lusófono.

 

A época 2021/2022 da World Snooker continua já na terça-feira, dia 23 do corrente mês – e até dia 5 de dezembro -, com um dos três torneios da ‘Triple Crown’ (Tripla Coroa) e também dos mais prestigiantes da temporada, o UK Championship, no Barbican Centre, em York (Inglaterra), pontuável para o ‘ranking’, ganho pelo australiano Neil Robertson em 2020 (10-9 a Judd Trump na final), e que distribui £1,009 M (€1,2 M) de prémios, das quais £200 mil (€238 mil) ao campeão. A prova terá transmissão direta para Portugal (EuroSport)

 

RESULTADOS DA CHAMPION OF CHAMPIONS

GRUPO 1 (apurado a negro):

Judd Trump-David Lilley, 4-1

Stephen Maguire-Ryan Day, 2-4

Judd Trump-Ryan Day, 6-0

 

GRUPO 4 (apurado a negro):

Neil Robertson-Mark Williams, 4-2

Kyren Wilson-Jordan Brown, 4-2

Neil Robertson-Kyren Wilson, 4-6

 

GRUPO 2 (apurado a negro):

Mark Selby-David Gilbert, 4-3

Shaun Murphy-Yan Bingtao, 1-4

Mark Selby-Yan Bingtao, 3-6

 

GRUPO 3 (apurado a negro):

Ronnie O’Sullivan-Stuart Bingham, 4-2

John Higgins-Ding Junhui, 4-3

Ronnie O’Sullivan-John Higgins, 1-6

 

MEIAS-FINAIS (apurados a negro):

Judd Trump-Kyren Wilson, 6-0

Yan Bingtao-John Higgins, 5-6

 

FINAL (este domingo, campeão a negro):

Judd Trump-John Higgins, 10-4

Ler Mais
Comentários (0)

Últimas Notícias