Neil e Williams tentam 'meias' da Champions com Judd esta terça-feira n’A BOLA TV

Snooker 16-11-2021 03:00
Por António Barroso

O que parecia uma exibição reticente, mesmo com um 4-1 ante o compatriota David Lilley, de 46 anos (campeão mundial de seniores) acabou radioso para Judd Trump, de 32 anos, número dois da hierarquia e campeão mundial em 2019, que na noite de segunda-feira venceu o galês Ryan Day por 6-0, garantiu a vitória no Grupo 1 da Snooker Champion of Champions 2021 – prova reservada a 16 jogadores (oito deles campeões mundiais) a decorrer em Bolton de 15 até dia 21 do corrente mês – e já espera, na primeira meia-final da prova, por rival a sair do quarteto Neil Robertson, Mark Williams, Kyren Wilson e Jordan Brown (Grupo 2), que jogam entre si esta terça-feira em Bolton (Inglaterra), no mais fantástico snooker do mundo para ver em exclusivo n’A BOLA TV .

 

O ‘Ace in the Pack’ (Trump) teve momentos do génio que se lhe reconhece na sessão noturna da noite de segunda-feira ante o galês Ryan Day, de 41 anos, 23.º da hierarquia. Que cartão de visita do Ace in the Pack à concorrência logo a abrir: a 817.ª centenária da sua carreira (104 pontos) logo a abrir, no ‘frame’ inaugural, e quatro entradas de mais de 50 pontos (67, 68, 52 e 61 pontos, respetivamente) em supersónica hora e meia de jogo, numa alucinante média 15 minutos por parcial!

 

Opíparo repasto após aperitivo durante a sessão tentativa da perfeição – entrada de 147 pontos – do escocês Stephen Maguire, de 40 anos, oitavo da hierarquia, vencido (2-4) por Ryan Day na outra meia-final do Grupo 1 durante a tarde de segunda-feira. O vencedor do Lisbon Open’2014 fracassou à 23.ª das 36 bolas necessárias sem mácula de rajada nos buracos - parou na 12.ª vermelha, falhada… após 11 encarnadas e 11 pretas embolsadas.

 

Judd Trump defrontará dia 13 (19 horas), na primeira das duas meias-finais, o vencedor do Grupo 4, que nos traz esta terça-feira, às 13 horas, um duelo de abrir o apetite novamente e prognóstico dificílimo com (mais) dois campeões mundiais frente a frente: o australiano Neil Robertson, de 39 anos, número quatro do ranking mundial -  vencedor da 'Champ of Champs' em 2015 e 2019 - e campeão mundial em 2010, medirá forças com o galês Mark Williams, de 46 anos nono da hierarquia e tricampeão mundial (2000, 2003 e 2018) à melhor de sete 'frames' - (até um vencer quatro, de 4-0 a possíveis 4-3.

 

Logo após (14 horas), na segunda meia-final deste Grupo 2, chega o quinto do ranking e vice-campeão mundial de 2020, o inglês Kyren Wilson, de 29 anos, ante o norte-irlandês Jordan Brown, de 34 anos, 33.º do ‘ranking’ e inesperado campeão do Open de Gales. Os vencedores dos dois duelos jogam a final do grupo ainda esta terça-feira, às 19 horas, aí já até um deles chegar a seis parciais (de 6-0 a possíveis 6-5): quem ganhar…  terá pela frente Judd Trump, sexta-feira, nas 'meias'.

 

Tudo para ver em exclusivo para Portugal n’A BOLA TV, com narração de António Barroso e, neste dia, comentários do português Miguel Santos e do jogador João Esteves da Silva.

 

Na parada de estrelas dos panos verdes, na quarta-feira, abrir alas para o número um e campeão mundial – tetracampeão, aliás, em 2014, 2016, 2017 e 2021 - Mark Selby, mais os seus compatriotas ingleses David Gilbert e Shaun Murphy (campeão mundial em 2005 e atual vice-campeão mundial) e ao chinês Yan Bingtao (triunfador do Masters, em janeiro), para apurar o campeão do Grupo 2.

 

Quinta-feira irá trazer-nos o vice-campeão mundial de 2016, o chinês Ding Junhui, o escocês John Higgins (tetracampeão mundial, em 1998, 2007, 2009 e 2011) e dois ingleses que também já ergueram o ‘caneco’ mais apetecido no Crucible Theatre, em Sheffield (Inglaterra), palco do Campeonato do Mundo desde 1977: Stuart Bingham (campeão mundial em 2015) e o mais triunfador e vencedor de três das dez edições da Champion of Champions já disputadas previamente (em 2013, 2014 e 2018): o hexacampeão mundial (2001, 2004, 2008, 2012, 2013 e 2020) Ronnie O’Sullivan.

 

O melhor snooker do planeta para ver n’A BOLA TV até domingo, oito campeões do mundo entre os 16 vencedores de provas, todo o top 10 mundial presente – 12 dos 13 primeiros, aliás, só o norte-irlandês Mark Allen, 11.º da hierarquia e triunfador do torneio em 2020 (10-6 a Neil Robertson na final) -, todos em busca do cheque de £150 mil (€175 mil euros) reservado ao campeão, para ver, numa prova não pontuável para o ‘ranking’, porque reservada aos vencedores de torneios nos 12 meses imediatamente anteriores, a génese e motivo da sua criação: está explicado o nome do torneio.

 

RESULTADOS DA CHAMPION OF CHAMPIONS (Grupo 1, segunda-feira, apurado a negro):

Judd Trump-David Lilley, 4-1

Stephen Maguire-Ryan Day, 2-4

Judd Trump-Ryan Day, 6-0

 

Grupo 4 (esta terça-feira, hora local e de Portugal continental):

Neil Robertson-Mark Williams (13 horas)

Kyren Wilson-Jordan Brown (14 horas)

Final: vencedores dos jogos da tarde (19 horas)

 

GRUPO 2 (4.ª feira, dia 17):

Mark Selby-David Gilbert (13 horas)

Shaun Murphy-Yan Bingtao (14 horas)

Final: Vencedores dos jogos da tarde (19 horas)

 

GRUPO 3 (5.ª feira, dia 18):

Ronnie O’Sullivan-Stuart Bingham (13 horas)

John Higgins-Ding Junhui (14 horas)

Final: Vencedores dos jogos da tarde (19 horas)

 

MEIAS-FINAIS:

Judd Trump (Ing)-Vencedor do Grupo 4 (6.ª feira, 19 horas)

Vencedor do Grupo 2-Vencedor do Grupo 3 (sábado, 19 horas)

 

FINAL: domingo, dia 21 (13 e 19 horas)

Ler Mais
Comentários (0)

Últimas Notícias