Laporta assume: «Saída de Messi ia acontecer mais tarde ou mais cedo»

Barcelona 24-10-2021 00:04
Por Redação

Joan Laporta foi confrontado pelos sócios do Barcelona, em Assembleia Geral, com a saída de Lionel Messi. O presidente dos catalães frisou as dificuldades financeiras que o clube atravessa.

 

«Não tínhamos margem salarial e com o resultado da auditoria percebemos que a herança recebida não era boa. Para encaixar o Messi tínhamos que aceitar uma operação com um fundo de investimento que se chama CVC, disse-nos a Liga. Não podíamos aceitar essa proposta tal como estava formulada. O Messi não podia esperar mais e entendi que era o momento para travar as negociações», atirou.

 

Quanto à saída para o PSG, Laporta garantiu que o jogador não tinha nada acordado.

 

«Os agentes de Messi asseguraram-me, e eu acredito neles, que não tinham nada acordado. Ele só queria continuar no Barcelona», frisou, deixando um desabafo: «Era um momento que ia acontecer mais tarde ou mais cedo. Lamentavelmente foi agora, talvez uns anos antes do esperado».

Ler Mais
Comentários (6)

Últimas Notícias