Djokovic mantém dúvida quanto à toma da vacina e pode falhar Open da Austrália

Ténis 19-10-2021 12:04
Por Redação

O tenista sérvio Novak Djokovic, atual número 1 do ranking mundial, manteve esta terça-feira a dúvida que paira quanto à toma da vacina contra a Covid-19. 

 

«Qualquer coisa que se responda - sim, não, talvez, não sei, estou a pensar (na vacinação) - vão extrapolar. Não quero participar nessas polémicas. É um assunto privado», declarou, aproveitando também para tecer críticas à comunicação social por ajudar a alimentar o «pânico e medo» junto da população. 

 

Djokovic, nove vezes vencedor daquele que é o primeiro Grand Slam do ano, em Melbourne, aproveitou para revelar aquela que será a sua agenda até ao final da temporada: Masters de Paris, Turim e Taça Davis. 

 

As restrições existentes no último Open da Austrália (imposição de 14 dias de isolamento, aos atletas com contactos com pessoas infetadas), têm sido alvo de críticas por parte dos atletas, especialmente por Novak Djokovic. 

 

Ainda assim, o tenista manifestou desejo de defender o título, mesmo considerando que são muitos os atletas a equacionar a sua presença nesta competição. 

 

Já o primeiro-ministro do estado australiano de Vitoria, Dan Andrews, informou que não irá permitir a participação de atletas que não se encontrem vacinados. 

 

«O vírus não olha à classificação no ranking, nem ao número de torneios conquistados», adiantou. 

Ler Mais
Comentários (2)

Últimas Notícias