O que ele andou para aqui chegar

SC Braga 22-09-2021 08:22
Por Carlos Vara

Os dois golos ao Tondela no espaço de dez minutos lançaram Iuri Medeiros para uma linha de protagonismo que o esquerdino perseguia com insistência e o SC Braga saúda com elevado entusiasmo, atendendo ao longo contratempo que o jogador enfrentou.

Alvo de intervenção cirúrgica ao joelho no início do ano, para corrigir um problema ligamentar sério, Iuri travou uma batalha dura e intensa pela recuperação e esteve sensivelmente seis meses na doca seca. A gravidade do problema físico impediu-o de participar em toda a segunda fase da época passada, o que em termos numéricos configurou mais de duas dezenas de jogos perdidos. Um brutal exagero para um jogador que meses antes voltara ao futebol português determinado a recuperar as boas sensações.

Quando os guerreiros regressaram ao trabalho, em finais de junho, Iuri ainda estava em fase de recuperação e não participou em pleno nos trabalhos coletivos da pré-época, momento importantíssimo para qualquer jogador. Já com a carruagem da competição em andamento, regressou para defrontar o Sporting, em meados de agosto, mas desse momento até ao presente ainda não completou qualquer jogo.

O regresso tem sido, portanto, gradual. Mas essa progressão lenta não o impede de ir solidificando a sua presença no grupo, nem de transformar esses pequenos momentos em golos. O esquerdino já havia marcado ao Moreirense, na jornada três, mas foi o bis ao Tondela, e o belo jogo realizado, que afastaram as dúvidas  que perseguiam a sua carreira.

Leia mais na edição impressa ou na edição digital de A BOLA 

Ler Mais
Comentários (9)

Últimas Notícias

Mundos