Manchester City destroça Leipzig com golo de Cancelo e assistência de Rúben Dias

Liga dos Campeões 15-09-2021 21:54
Por Redação

Com Rúben Dias com a braçadeira de capitão, João Cancelo no lado direito da defesa e Bernardo Silva sobre o meio-campo, o Manchester City estreou-se na Liga dos Campeões com um triunfo por 6-3 diante dos alemães do RB Leipzig, que tiveram André Silva no eixo do ataque.

 

O primeiro golo surgiu aos 16 minutos na sequência de um pontapé de canto. Jack Grealish fez o cruzamento da esquerda e o central Nathan Aké cabeceou e bateu o húngaro Petar Gulácsi pela primeira vez. Aos 28, a vantagem aumentou. Kevin de Bruyne cruzou com muito perigo da direita e Nordi Mukiele cabeceou para as próprias redes.

 

Mukiele redimiu-se do autogolo aos 42 minutos. O sueco Emil Forsberg cruzou da esquerda com a bola a chegar ao defesa francês, que, por sua vez, a colocou, de cabeça, no caminho de Christoper Nkunku. O compatriota também a cabeceou, não dando qualquer hipótese ao antigo guarda-redes do Benfica Ederson Moraes.

 

A diferença de dois golos foi reposta pelos Cityzens já no tempo de compensação da primeira parte, através de um penálti convertido por Riyad Mahrez, que castigou uma mão na bola de Lukas Klostermann, após um cabeceamento de Ferrán Torres, hoje a desempenhar um posicionamento de «falso 9».

 

A equipa orientada pelo norte-americano Jesse March voltou à carga no segundo tempo e reduziu aos 51 minutos de novo por Nkunku e de novo de cabeça, após cruzamento do espanhol Dani Olmo.

 

No entanto, as esperanças germânicas duraram cinco minutos, uma vez que Jack Grealish assinou o quarto dos britânicos, lançado longo por Rúben Dias sobre a esquerda. O ex-Aston Villa fletiu para dentro e rematou em curva, sem hipóteses para Gulácsi.

 

Ainda assim, o Leipzig não desistiu e Nkunku chegou ao hat-trick aos 73 minutos, assistido por Yussuf Poulsen. No entanto, os ingleses voltaram a reagir e, dois minutos depois, Cancelo fez o 5-3, após jogada de Ilkay Gündigan, num remate de longe ao ângulo.

 

Aos 79, Angeliño, curiosamente ex-jogador do Manchester City, viu o segundo amarelo e deixou os alemães com menos um para os minutos finais da partida.

 

Gabriel Jesus ainda foi a tempo de assinar o sexto, aos 85 minutos.

 

O Manchester City assume a liderança do Grupo A com três pontos, após um grande jogo de futebol com nove golos.

 

 

 

 

 

 


 

Ler Mais
Comentários (4)

Últimas Notícias

Mundos