Academia volta a dar craques às Seleções

Vitória de Guimarães 08-09-2021 10:30
Por Paulo Montes

Mais do que a retórica da aposta na formação, o Vitória assumiu esta temporada o real aproveitamento da dita. Na prática, trata-se de investir a tempo inteiro nos talentos mais significativos, chamando-os aos trabalhos da equipa principal e dessa forma criando um ambiente mais propício ao seu desenvolvimento.


Os factos aí estão em cima da mesa e sustentam a decisão tomada pela SAD: só esta semana, sete jogadores que diariamente integram o plantel principal foram convocados, e maioritariamente utilizados, nas seleções de sub-19, sub-20 e sub-21. Alguns deles, em estreia absoluta, como se viu na equipa de Rui Jorge com a titularidade de Tomás Händel, que acompanhou André Almeida, referenciado pela FPF desde os sub-15, e o guarda-redes Celton Biai nas escolhas do selecionador.

 

Leia mais na edição impressa ou digital de A BOLA. 

Ler Mais
Comentários (126)

Últimas Notícias

Mundos