Mármores portugueses nas botas de Jardel

Brasil 05-06-2021 18:20
Por Nuno Saraiva Santos

Um grupo de empresários portugueses decidiu juntar-se para renovar as duas Botas de Ouro — uma conquistada ao serviço do FC Porto, em 1998/1999, a outra pelo Sporting em 2001/2002 —, a Bota de Prata (FC Porto, em 1996/1997) e a Bota de Bronze (Galatasaray, em 2000) roubadas da residência de Mário Jardel em Fortaleza, no início do mês e, entretanto, recuperadas pelas autoridades.

 

«Nem é pela questão financeira, é mais pelo valor sentimental. É o meu legado, a minha história», declarara o antigo goleador que, agora, já com os troféus novamente em seu poder, mas danificados, recebeu a notícia que a MCH Stones, empresa recente gerida por João Carlos Moucheira e pelo seu filho João Nuno Moucheira, mas que conta com a experiência de mais de 100 anos de mercado nacional e internacional da família Moucheira, e A Formas de Pedra, que nasceu para se dedicar à extração e comercialização de mármore em bloco e que acabou por se especializar na área do design deste tipo de pedra nobre, e o Marmòris Hotel, representado por Maria Ana Alves, e classificado como «verdadeiro museu dedicado ao mármore», vão devolver a grandeza aos troféus. Jardel viajará para Portugal para visitar a pedreira de onde será extraída a pedra em que assentarão as botas e acompanhar todo o meticuloso processo.  

 

Ler Mais
Comentários (5)

Últimas Notícias